Palmeiras vence o Coxa no Pacaembu e se aproxima de Grêmio e Santos

O Palmeiras começou a série que decide o seu ano como queria: vencendo. Ainda que sem empolgar, o time bateu o Coritiba por 1 a 0 nesta segunda-feira, no Pacaembu, e retomou sua posição no G4 do Campeonato Brasileiro. A distância para o líder Corinthians segue de 13 pontos, após 24 rodadas.

Cuca desta vez preferiu escalar Keno na vaga de Guerra, apostando em abrir a defesa do Coritiba pelos lados do campo. Foi o que se viu no começo. As triangulações pelos lados com o camisa 27 e Dudu, Deyverson aproveitando-se bem do pivô deram ao Verdão um início melhor que o do Coxa. A equipe paranaense criou maiores perigos em bolas paradas. Walisson Maia, de cabeça, fez Fernando Prass realizar uma bela defesa, depois de Wilson já ter trabalhado em chute de Deyverson.

Quando o Coritiba criou perigo foi o momento em que o Verdão tinha mais dificuldades para sair da marcação. Para corrigir este problema, Cuca inverteu a posição de Dudu e Keno. De volta ao lado esquerdo, o capitão fez ótima jogada individual para Jean abrir o placar.

O gol deu embalo para nos últimos cinco minutos o Verdão pressionar pelo segundo gol, mas os times foram para o intervalo com a vantagem mínima dos mandantes.

A partida recomeçou com dois times mais desorganizados, mas ao mesmo tempo mais perigosos. O Palmeiras tinha facilidade para tomar a bola no campo ataque, mas dificuldade para criar - Walisson Maia, contra, quase dá o segundo gol ao Verdão. E o Coxa, de falta em falta, vinha trazendo perigo, mas Prass, mais uma vez, destacou-se.

O excesso de trabalho que vinha tendo com o Coxa e o cansaço de Deyverson, que atuou bem, fizeram Cuca colocar Thiago Santos e Borja - a entrada do colombiano foi bastante aplaudida. Enquanto o camisa 21 foi o cão de guarda de sempre na frente da área, o centroavante até teve uma chance, mas acabou travado pela defesa coxa-branca.

Ao Palmeiras, agora são três partidas sem derrota no Brasileiro (dois triunfos e um empate), sequência que recoloca o time no G4 do Brasileiro. Além disso, deixa o atual campeão a três pontos do vice-líder Grêmio, e a um do Santos, o terceiro. A série de seis jogos que vai definir para Cuca se o time briga pelo título, ou não, começou com o pé direito.

O Coxa, ainda com 27 pontos, segue na zona de rebaixamento. O time de Marcelo Oliveira, campeão da Copa do Brasil de 2015 pelo Palmeiras, agora está há cinco partidas sem vencer na competição.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 X 0 CORITIBA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)

Data-Hora: 18/9/2017 - 20h

Árbitro: Dewson Freitas da Silva (PA)

Auxiliares: Helcio Araújo Neves (PA) e José Ricardo Guimarães Coimbra (PA)

Público/renda: 24.391 pagantes/R$ 767.222,50

Cartões amarelos: Mayke, Egídio e Edu Dracena (PAL), Alan Santos, Dodô e Henrique Almeida (CTB)

Cartões vermelhos: -

Gols: Jean (39'/1ºT) (1-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Edu Dracena, Juninho e Egídio; Jean (Thiago Santos, aos 37'/2ºT) Tchê Tchê e Moisés; Dudu, Keno (Róger Guedes, aos 17'/2ºT) e Deyverson (Borja, aos 37'/2ºT). Técnico: Cuca.

CORITIBA: Wilson; Dodô, Walisson Maia, Cléber e Carleto; Alan Santos, Matheus Galdezani, Anderson (Iago, no intervalo); Getterson (Rafael Longuine, no intervalo), Rildo e Henrique Almeida (Filigrana, aos 30'/2ºT). Técnico: Marcelo Oliveira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos