São Paulo segura pendurados e pode ter grupo cheio contra o Corinthians

  • Ale Vianna/Eleven/Estadão Conteúdo

    Cueva foi elogiado pelo técnico Dorival Júnior

    Cueva foi elogiado pelo técnico Dorival Júnior

O São Paulo foi para a última rodada do Campeonato Brasileiro neste fim de semana cheio de preocupação, mas vai aliviado para o clássico do próximo domingo contra o Corinthians no Morumbi. Isso porque os jogadores que estavam pendurados não receberam cartão amarelo contra o Vitória e, com isso, o técnico Dorival Júnior poderá contar com todos os jogadores à disposição. Um grupo cheio como o comandante nunca viu desde que assumiu o clube, em julho.

Daqui que iniciou o duelo em Salvador, estavam pendurados o lateral-esquerdo Júnior Tavares, o volante Petros, o meia Hernanes e o atacante Lucas Pratto. Os últimos três são considerados peças fundamentais no esquema de Dorival. E o primeiro voltou bem, ocupando o lugar do suspenso Edimar, que voltará a ficar à disposição.

Na mesma condição de Edimar está Jucilei, que cumpriu suspensão contra o Vitória. O retorno do volante é importante porque seu substituto, o argentino Jonatan Gomez, não foi bem. Ele saiu no intervalo para dar lugar a Cueva. O peruano, aliás, se credencia para um lugar no time após grande atuação.

Além dos reforços e de não perder jogadores por suspensão, Dorival ainda pode ter outros retornos. Isso porque o volante Araruna e o lateral-direito Bruno, que se recuperam de lesões, voltaram aos treinos na semana passada e podem ficar aptos ao retorno. O volante tem situação mais avançada, aprimorando a forma físico após se recuperar de lesão na coxa direita. Já o lateral cuidava um problema cervical e ainda deve retornar com mais cautela.

Após a partida contra o Vitória, Dorival destacou a recuperação de Cueva, que vinha jogando mal, mas entrou bem nos dois últimos jogos. O meia peruano costuma ir bem contra o Corinthians. No ano passado, fez gols no duelo em Itaquera, no empate por 1 a 1, e no Morumbi, na goleada de 4 a 0, ambos de pênalti.

"Cueva é um jogador, já dizia vocês, importante. Não dá para abrir mão de um jogador com essas características. Ele é diferenciado, está interessado em buscar sua melhora. Espero que ele continue trabalhando como ele vem trabalhando. É tudo de trabalhar essa situação", afirmou Dorival.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos