Confiante, Kalil acredita que Câmara Municipal vai aprovar o projeto de construção da Arena MRV

Depois de o Conselho Deliberativo do Galo aprovar o projeto de construção da Arena MRV e concordar com a venda de 50,1% do Diamond Mall, o processo segue seu destino até a Câmara Municipal de Belo Horizonte e, se depender do que diz o prefeito da cidade e ex-presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, o clube não terá dificuldade para ter a maioria dos votos 'sim' entre os vereadores.

- O Atlético que não está propondo sujar a cidade, cortar árvores ou ocupar parques. Estamos pegando um lote vago para transformar em um equipamento esportivo e rentável para a cidade. Não tenho a menor dúvida que a Câmara vai abraçar, como abraçou o Independência e vai ter que abraçar se o Cruzeiro fizer uma Arena, afirmou Kalil.

Para dar continuidade ao projeto, é necessário que 28 vereadores votem a favor da construção da Arena MRV. 41 analisarão o processo. Visando os benefícios que a construção do estádio poderá levar à cidade, Kalil manifestou seu apoio ao projeto.

- É uma região que vai ser desenvolvida. Politicamente falando, a Arena MRV, para a cidade, vai ser muito legal - declarou.

O terreno onde será construído o estádio fica no bairro Califórnia, uma área considerada carente na cidade de Belo Horizonte. O local é visitado frequentemente pela Polícia Militar e Civil por conter um lixão que é utilizado por criminosos para desova de cadáveres. Com a construção, espera-se que o local se torne mais desenvolvido. De acordo com autoridades locais, um homem foi encontrado enforcado em uma árvore há um mês. Pessoas que moram no local acreditam que a construção do estádio pode dar mais segurança ao bairro.

Ao conceder uma coletiva de imprensa, Alexandre Kalil afirmou que suas declarações sobre o projeto são tomadas como ex-presidente e torcedor do Atlético-MG e não como prefeito de Belo Horizonte. Porém, ressaltou que seu cargo político trouxe benefícios ao futebol mineiro, como o veto de arquibancadas provisórias no Independência e estacionamento para a torcida do Cruzeiro próximo ao Mineirão.

- Meu coração hoje não está falando em prefeitura e em Câmara Municipal. Hoje sou o ex-presidente do Atlético, emocionado com o passo que nós estamos dando. Eu fui o prefeito que vetei a arquibancada lá para o Independência e fui o prefeito que liberou o estacionamento para a torcida do Cruzeiro no Mineirão. Mas hoje não quero nada de Cruzeiro, hoje meu coração é Atlético - explicou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos