Marlon Freitas lembra jogo marcante em Quito: 'Se der, faço outro golzinho'

A cidade de Quito não traz as melhores recordações à torcida do Fluminense. Foi lá que o Tricolor sofreu derrotas da LDU nas finais da Sul-Americana e Libertadores, e não conseguiu reverter o placar no Maracanã. No entanto, para Marlon Freitas, a capital equatoriana é um local especial: foi onde marcou seu primeiro gol como profissional com a camisa do clube que o revelou.

Foi no dia 26 de julho, contra Universidad Católica, pelo jogo de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana. O volante de 22 anos marcou na etapa final o gol da vitória do Fluminense por 2 a 1, que garantiu a classificação da equipe de Abel Braga. Amanhã, o Flu volta a jogar em Quito. Desta vez contra a LDU.

- Foi uma partida marcante para mim, tive a oportunidade de fazer o meu primeiro gol com a camisa do Fluminense. Espero poder ajudar a equipe a fazer mais um grande jogo lá, e que nós possamos sair com a classificação. Se der, quem sabe, fazer mais um golzinho - projetou o volante Marlon Freitas.

Além do rival historicamente complicado, o Fluminense enfrentará outro obstáculo: os 2.850 metros acima do nível do mar de Quito. O meia do Fluminense comentou os efeitos da altitude sentidos na partida contra a Universidad, na mesma cidade, mas aponta um camimho para a equipe sair ilesa: a união entre os jogadores.

- É complicado principalmente no início do jogo. Nos primeiros 15 minutos bate um cansaço, depois você vai acostumando. Todo mundo tem que correr junto, jogar junto, como foi no Maracanã. Todo mundo se ajudando. Esse é o espírito que temos que ter. Se a gente se comportar bem dentro de campo, jogando compactado, temos tudo para fazer um grande jogo e garantir a classificação - finalizou.

Fluminense e LDU se enfrentam amanhã, às 19h15, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. No jogo da ida, o Tricolor venceu por 1 a 0 no Maracanã, por isso joga por um empate para garantir a classificação. Caso marque gols fora de casa, o Tricolor pode até perder por um gol de diferença que ainda assim avançará para a próxima fase.

Contando com Orejuela e Douglas, Abel deve deixar Marlon Freitas no banco

Titular contra a Universidad Católica, Marlon Freitas deve começar o duelo contra a LDU entre os reservas do Fluminense.A tendência é que Abel Braga escale um meio-campo com Orejuela, Douglas, Wendel e Gustavo Scarpa. A principal dúvida na escalação tricolor é no ataque: Robinho e Peu disputam a condição de substituto de Henrique Dourado, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Marlon Freitas foi titular no domingo, na derrota por 3 a 1 para o Atlético-PR, por conta das ausências de Orejuela e Douglas. Abel Braga, após a partida, revelou que os dois foram vetados pelo departamento médico. A expectativa do treinador é contar com o jovem volante e o seu parceiro equatoriano, mas a escalação só será confirmada horas antes do jogo.

Cria de Xerém, Marlon Freitas foi integrado ao elenco profissional do Fluminense em junho, após defender, na última temporada europeia, o STK Fluminense Samorin, filial tricolor na Eslováquia. Até o momento, são 13 partidas do meio-campista sob o comando de Abel Braga - 12 como titular. O único gol marcado foi justamente na Sul-Americana.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos