Nepomuceno confirma não-candidatura à reeleição e garante dedicação ao projeto do estádio

Em ritmo de comemorações pela aprovação do projeto de construção do estádio do Galo, que aconteceu na última segunda-feira, na sede administrativa do clube, o presidente Daniel Nepomuceno confirmou que não se candidatará à reeleição este ano. Ao justificar, ele disse que o projeto da Arena precisa de dedicação máxima e, por conta disso, optou por deixar o posto em janeiro de 2018.

- É uma decisão que eu tive há mais tempo. Seria muito injusto com todo trabalho administrativo que foi feito chegar neste momento e o projeto não ser aprovado. Eram duas metas este ano, a conquista de títulos de expressão e a aprovação desse projeto. É algo muito importante, e já estava decidido que eu estaria à frente desse projeto para entregar essa arena. É um equipamento de R$ 500 milhões e vai ter muita dedicação. Uma vez aprovado, eu disse que estaria à frente da entrega desse equipamento e não poderia ter outra função sobrecarregando - explicou Nepomuceno.

O principal nome para assumir o cargo após a eleição, que está prevista para dezembro, é o de Sérgio Sette Câmara, atual vice-presidente do Conselho Deliberativo. O candidato não ainda não tem chapa definida, mas deve se pronunciar nos próximos dias.

- A gente planeja com muita antecedência o que vai acontecer. Só que as decisões têm que ser tomadas no momento certo. Eu estou muito tranquilo, porque o foco completamente é o futebol. Entrar nessa disputa direta da Libertadores. Mas existem questões práticas, contratos que têm que ser renovados, mas ainda estamos num período tranquilo. Eu fiz questão de não colocar nada como eleição, porque poderia muito prejudicar o dia de hoje. A partir de amanhã, vocês terão detalhes desse projeto da Arena, detalhes também das eleições. Mas vocês têm que perguntar realmente para o candidato, o Sérgio Sette Câmara, para poder já, primeiro, se dedicar cada vez mais. Eu passei por isso com o Kalil. Não é fácil. Por isso antecipamos a eleição. A cobrança é imediata. Então a resposta também tem que ser imediata - disse Nepomuceno sobre seu possível sucessor.

O ex-presidente Alexandre Kalil comentou sobre a importância do trabalho exercido pelo atual mandatário e comentou sobre a candidatura de Sette Câmara, que também faz parte do grupo que ajudou o Atlético-MG a subir de patamar nos últimos anos.

- Ele (Daniel Nepomuceno) faz parte do grupo que mudou o patamar do Atlético. Estamos caminhando, mas o nome que vai suceder e tem conversado comigo, deve ser o Sérgio Sette Câmara, vice-presidente do conselho. Está no Atlético há muitos anos e faz parte do nosso grupo. Isso vamos amadurecer e vamos buscar um consenso, como sempre foi feito - finalizou.

PRÓXIMO JOGO

Voltando ao Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG tem um compromisso com o Vitória às 19h do próximo domingo, no Independência. Ocupando a décima colocação, o Galo busca um triunfo sobre o Leão para tentar se aproximar do Cruzeiro, último time no G6. Enquanto isso, o Vitória busca garantir um bom resultado fora de casa para deixar a zona de rebaixamento.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos