Vecchio cita força coletiva do Santos: 'Já ganhamos sem Lucas Lima'

O técnico Levir Culpi já havia dito: confia no elenco do Santos. Agora, foi a vez dos próprios jogadores se unirem para amenizar o prejuízo do Peixe, que não terá Lucas Lima e nem o volante Renato para encarar o Barcelona, na quarta-feira, às 21h45, na Vila Belmiro, pela decisão das quartas de final da Libertadores.

Na véspera do duelo, argentino Vecchio reforçou a força do grupo e elogiou a inteligência de seus companheiros. O camisa 20 deverá ser o titular na vaga de Renato.

- Eles são muito importantes para nós, mas futebol prevalece o coletivo mais do que o individual. O Santos sem Renato ganhou, sem Lucas ganhou, sem Ricardo ganhou, sem mim ganhou... O que mais importa é o sistema coletivo. Santos tem um sistema de jogo e não vai mudar muito. Temos uma base e sei que faremos um grande jogo.

- Fisicamente o Barcelona de Guayaquil é um time muito forte, rápido, mas a inteligência ganha da força. Temos jogadores inteligentes para fazer correr a bola rápido. É um time que marca e faz muitas faltas, respeitamos, mas jogamos em casa, Santos tem a sua história e vamos respeitá-la amanhã - disse Vecchio.

No Equador, o Peixe conseguiu um empate de 1 a 1 e se classifica com um empate sem gols ou com uma vitória.

O Alvinegro deve ir a campo com Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison, Vecchio e Jean Mota; Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos