Dono do PSG nega atrito de Neymar e Cavani e culpa a imprensa

A polêmica relação entre Neymar e Cavani continua rendendo assunto. Presidente e dono do Paris Saint-Germain, Nassr Al Khelaifi negou que os dois tenham brigado para decidir quem será realmente o batedor oficial de faltas e pênaltis na equipe.

- Não há problema algum. Vocês, dos meios de comunicação, é que causam os problemas - disse o presidente do PSG, em entrevista à "RMC Sport".

O episódio começou na vitória do time parisiense sobre o Lyon, no último domingo. Em um dos lances, o árbitro assinalou a penalidade para o PSG e Cavani pegou a bola. No entanto, Neymar pediu para bater, viu o uruguaio negar e desperdiçar a chance logo em seguida.

Pouco antes, Daniel Alves tirou a bola das mãos do camisa 9 antes de uma cobrança de falta e entregou para o craque brasileiro bater.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos