Argentinos "continentais", Lanús e San Lorenzo decidem suas vidas na Libertadores

A agonia de não sentir novamente o gosto de levantar uma taça a nível sul-americano certamente atormentou por muitos anos as torcidas de Lanús e San Lorenzo. Porém, enquanto em 2013 o Granate superou a Ponte Preta e ficou com a Copa Sul-Americana, em 2014 foi a vez do Ciclón derrubar o Nacional do Paraguai e se sagrar campeão da Libertadores pela primeira vez.

Agora, tanto o time de Jorge Almirón como a equipe de Diego Aguirre buscam pela segunda vez a glória continental dentro da década, estando a equipe do Papa Francisco mais próxima do feito por ter vencido o duelo de ida por 2 a 0 no Nuevo Gasometro.

Não havendo maiores problemas por lesão ou por cartões amarelos/vermelhos, existe a possibilidade na disposição das peças dos dois times repetirem os mesmos titulares do encontro no último dia 13 de setembro.

Quem seguir na competição já saberá qual será seu oponente na próxima fase do torneio já que, às 19h15, River Plate e Jorge Wilstermann farão a outra partida do dia pela competição. No jogo de ida, vitória do Wilstermann por 3 a 0.

Prováveis escalações:

Lanús: Estebán Andrada; José Luiz Gómez; Ricardo García Guerreño, Diego Braghieri e Máxi Velázquez; Román Martínez, Iván Marcone e Nicolás Pasquini; Alejandro Silva, José Sand e Lautaro Acosta.

Técnico: Jorge Almirón.

San Lorenzo: Nicolás Navarro; Paulo Díaz, Marcos Angeleri, Matías Caruzzo e Gabriel Rojas; Franco Mussis e Juan Mercier; Ezequiel Cerutti, Fernando Belluschi e Bautista Merlini; Nicolás Blandi.

Técnico: Diego Aguirre.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos