Wellington explica motivos para evolução da defesa do Vasco

  • THIAGO RIBEIRO/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO

A zaga do Vasco, que é a terceira mais vazada do Brasileirão, melhorou nos últimos três jogos. O setor levou apenas um gol neste período, e de forma irregular, contra o Corinthians. O volante Wellington explica que a evolução do sistema defensivo acontece por conta de muito trabalho e uma melhor postura tática.

"Muito trabalho. Antes a gente sofria muito com passes por dentro, que chamamos de entre linhas. Hoje diminuiu praticamente 90% esses passes, não entram. Tem sempre um jogador na frente e outro em diagonal, assim dificulta mais que o adversário entre por dentro. Se você pegar os últimos jogos, vai ver que o adversário até consegue chegar, mas só com cruzamentos. Não consegue chegar tabelando por dentro e sair na cara do Martin. Isso facilitou até para o nosso time ter mais a posse de bola, conseguir jogar mais e até chegar com mais qualidade na frente. Acho que contra o Corinthians fizemos bastante finalizações com perigo", apontou o volante, em coletiva de imprensa após o treino desta quinta-feira.

Wellington disse que o técnico Zé Ricardo corrigiu alguns detalhes táticos na defesa e o posicionamento dos jogadores. Além disso, o volante contou que agora o time joga com mais calma e concentração, e que os jogadores passaram a se cobrar mais em campo.

"Posicionamento, correção tática, calma... acho que é uma série de fatores. Concentração é importante, exige muito no sistema defensivo. Eu acho que cada um está se esforçando. Aumentamos a cobrança, que é importante também cobrar o companheiro e isso acaba com você lucrando no jogo. Então, acho que estamos no caminho certo".

Após cumprir suspensão contra o Corinthians, Wellington deve voltar ao time contra o Sport e formar a dupla de volantes com Jean. Como Zé Ricardo ainda não decidiu quem fica com a vaga e a disputa ainda tem Escudero e Bruno Paulista, o jogador disse que vem trabalhando bastante para começar entre os 11.

"Eu acho que você só sai na frente quando se dedica mais do que o seu companheiro. Eu acredito muito no trabalho. Tudo que conquistei na minha vida foi com trabalho. Então, venho trabalhando firme, sempre mostrando um pouco a mais, mostrando o que eu posso dar ao time, o que posso fazer no esquema tático do Zé. Hoje o nível do futebol cresceu muito, parte técnica, tática e até a parte física. Então eu tento focar nisso para sair na frente e estar sempre jogando", completou.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos