Dez anos depois, Morumbi recebe Majestoso com déjà vu às avessas

Corinthians líder do Campeonato Brasileiro, São Paulo na zona de rebaixamento na décima sétima posição, diferença na tabela entre eles de 26 pontos, segundo turno do Campeonato Brasileiro e estádio do Morumbi. Basta voltar dez anos no tempo, inverter a posição dos clubes que você encontrará as mesmas informações.

O Majestoso do próximo domingo de manhã reserva uma posição de herói para o primeiro colocado ter a chance de aumentar ainda mais a vantagem na ponta ou então para algum tricolor tirar o time da zona de rebaixamento. Aquele clássico no domingo do dia 7 de outubro de 2007 teve o zagueiro Betão como protagonista na vitória dos visitantes por 1 a 0.

- Foi um jogo importante para mim, principalmente, pois eu era o jogador que tinha enfrentado aquele tempo do tabu. Se eu não me engano, foram 14 jogos, e eu era o único jogador do elenco ali que estava vivendo todos esses anos. Eu não sou um jogador de fazer muitos gols, mas graças à Deus, naquele jogo, eu fui o coroado para estar fazendo aquele gol. Particularmente para mim foi muito importante, não pelo fato de ter sido contra o São Paulo, mas pelo momento que eu estava vivendo na minha carreira - recorda Betão ao LANCE!, atualmente no Avaí e que pelo Corinthians fez quatro gols em 215 partidas.

O ex-corintiano usa o exemplo do passado e a superação de quem estava lá embaixo na tabela para mostrar que o clássico não tem favorito.

- Corinthians x São Paulo, independentemente da situação que os clubes se encontram, são jogos sempre emocionantes, uma rivalidade que cresceu nesta última década. Não vejo vantagem para nenhum dos lados. Naquela época, estávamos embaixo e acabamos vencendo o jogo, então não vejo vantagem para o Corinthians pelo fato de ele ser líder, mas eu espero que seja um jogo bem disputado - projeta o defensor.

O São Paulo é rival direto do Avaí na luta contra o rebaixamento e os catarinenses estão só dois pontos acima do Tricolor na tabela de classificação. Acreditando na permanência na elite, o zagueiro não esconde que um vitória do Alvinegro ajudaria o Leão na corrida contra a queda.

- A gente está confiante (em escapar do rebaixamento). O primeiro turno foi, teoricamente, de experiência, porque a maioria do elenco nunca tinha disputado a Série A. Com certeza, isso cria uma ansiedade, aquela expectativa, e agora no returno temos feitos jogos mais consistentes. Se não me engano temos a sexta defesa do campeonato, isso é um ponto positivo. E claro, claro, como o São Paulo está brigando conosco ali, direto, uma vitória do Corinthians nos ajudaria um pouco - completa.

Mesmo com um gol importante, Betão não evitou a queda e o rival acabou com o título. No próximo domingo, o Morumbi espera por um novo herói para reescrever a história do Majestoso e, quem sabe, dos clubes no Brasileirão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos