Justiça decide que Fla deve pagar R$ 2 milhões a Assis, irmão de R10

A Justiça determinou que o Flamengo pague R$ 2 milhões ao empresário e irmão de Ronaldinho Gaúcho, Roberto de Assis. O ex-jogador cobrava R$ 750 mil e juros referentes a comissões que deveriam ter sido pagas na chegada do atleta ao clube carioca, em 2011. A informação foi divulgada inicialmente pelo jornal Extra.

A decisão da Justiça de Porto Alegre foi anunciada na última sexta-feira. O Flamengo, porém, vai recorrer da determinação.

Neste ano, o Flamengo encerrou o pagamento de uma dívida de R$ 17 milhões com Ronaldinho Gaúcho por salários atrasados e direitos de imagem. O ex-jogador chegou a cobrar R$ 40 milhões na Justiça, mas as partes entraram em acordo, e o montante foi reduzido consideravelmente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos