Palmeiras elege seis conselheiros vitalícios; filho de Del Nero não entra

O Conselho Deliberativo (CD) do Palmeiras elegeu nesta segunda-feira à noite mais seis conselheiros vitalícios. O mais votado foi Paulo Roberto Buosi, diretor administrativo da gestão de Maurício Galiotte. Entre os sete que não conseguiram o limite para serem eleitos estão o vereador Nelo Rodolfo e Marco Polo Del Nero Filho, filho do presidente da CBF.

O CD é formado por 300 conselheiros, divididos da seguinte forma: 148 vitalícios e 152 com mandatos de quatro anos. Dessas 148 cadeiras de vitalícios, 23 estavam vagas e 13 candidatos concorreram a elas. Para ser eleito era preciso atingir a votação de 50% dos presentes mais um. Como 234 estavam na reunião, seriam necessários 118 votos.

Nelo e Del Nero Filho já tinham tentado entrar na eleição de 2016, e também não passaram. No caso do vereador, faltou um voto para que ele se tornasse um vitalício. Foram eleitos: Paulo Roberto Buosi (163 votos), Vittorio Alessandro Egisto Pescosolido (149), Alessandro Donadio (136), Frederico Carbone Filho (130), Antonio Sergio Orcioulo (129) e Sergio Ferreira Campos (123).

Para membros da diretoria, a votação alta de Buosi é vista como um sinal de força da gestão de Maurício Galiotte. Já membros da oposição e com ideias mais próximas às do ex-presidente Paulo Nobre votaram em branco, por serem contra à ideia de vitalícios.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos