Com aumento, Santos sela acordo para pagar dívida com Robinho

Robinho deixou o Santos em junho de 2015, mas ainda tem a receber do clube que o revelou. No último dia 12 de setembro, foi selado um acordo para que o Peixe pague tudo que lhe deve. Segundo o relatório do Conselho Fiscal do Peixe, que será apresentado aos conselheiros nesta quinta-feira, a dívida com o Rei do Drible totaliza R$ 3.940.948,19.

No valor total, foram cobrados pelo jogador débitos de direito de imagem, salários atrasados, verbas rescisórias, premiação de campeonato, além de uma diferença nos valores do salário mensal. Vale lembrar, que em 2015 o Santos ainda teve problemas para regularizar seus vencimentos. No mesmo ano, jogadores como Aranha, Arouca, Mena e Leandro Damião estavam em litígio com o clube na Justiça.

De R$ 3.294.614,00, quase a metade, R$ 1.416.883,00, era referente a aumento salarial não pago no período de 2014 a 2015, enquanto durou a última passagem do camisa 7 pela Vila Belmiro.

Segundo o relatório do Conselho Fiscal, R$ 1 milhão foram oferecidos por Modesto Roma a Robinho verbalmente, sem registro em contrato, para compensar valores não pagos antes. Na época, o Peixe tentava negociar a permanência do atacante, que acabou indo para o Guangzhou Evergrande, da China.

O relatório finaliza o assunto da dívida com a seguinte frase: Em 12/09/2017, foram assinados acordos para pagamentos de R$ 3.298.009,76 ao atleta e R$ 642.938,43 a sua advogada, totalizando R$ 3.940.948,19.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos