Em ritmo de comemoração, Sobis vibra com título e artilharia da Copa do Brasil

Mesmo fora da decisão contra o Flamengo, por conta do terceiro cartão amarelo, Sobis está longe de ser esquecido pelos torcedores que acompanharam a Copa do Brasil. Em clima de festa, após a conquista do Cruzeiro sobre a equipe rubro-negra, o jogador recebeu a chuteira de ouro como prêmio pela artilharia da competição, com cinco gols marcados, e revelou a ansiedade que sentiu fora de campo.

- Meu maior defeito é ser ansioso. Tenho problema com insônia. Durmo três, quatro horas por dia. E o fato de não estar no jogo é pior. Quando a gente joga é mais tranquilo. Ficar fora, não poder ajudar, com medo, porque pode perder, faz parte. Que bom que acabou legal, acabou bem e o título ficou em casa.

Além do título e da chuteira de ouro, Sobis entrou para a história do Cruzeiro como terceiro maior artilheiro do clube em Copa do Brasil, ficando atrás apenas de Oséas, artilheiro do time campeão sobre o São Paulo, em 2000, com dez gols, e Fred, que marcou 15 vezes pela competição em 2005, mas viu a Raposa ser eliminada pelo Paulista de Jundiaí na semifinal.

- Nem sabia (da artilharia). Pegaram (o prêmio) por mim e me entregaram. Artilharia não importa - declarou o jogador enquanto segurava a chuteira de ouro.

Em 72 jogos disputados com a camisa do Cruzeiro, Sobis marcou 19 vezes e já se tornou artilheiro desta temporada, com 15 gols em 44 partidas. O jogador ainda deu quatro assistências. Dos cinco gols que marcou nesta edição da Copa do Brasil, quatro foram contra o São Francisco-PA e o quinto foi contra o Murici-AL.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos