Polêmica e decisão de Levir: entenda por que Vecchio desfalca o Santos

O treino do Santos de quinta-feira foi fechado. Nesta atividade, Vecchio sentiu dores em uma das panturrilhas e sinalizou para a comissão técnica que estava com dores e, por isso, deixou o campo mais cedo. Já à noite, o argentino disse em seu Twitter que estava fora da partida contra o Palmeiras, no sábado, às 19h, no Allianz Parque, na qual seria titular na vaga do volante Renato, machucado.

Nesta sexta-feira, o técnico Levir Culpi atrasou sua entrevista coletivo. O motivo foi uma conversa com Vecchio. Em tom humorado, o treinador explicou um pouco do teor da conversa.

- Quem falou que estou bravo? Realmente, fiquei bravo. Acabei de falar com o Vecchio. Ele, naturalmente me falou em "argentino". Falei para ele em português. Nos entendemos e ele está fora do jogo - disse o comandante.

Minutos depois, Vecchio apareceu em campo para treinar com bola, sem limitações. Mas afinal, por que o camisa 20, quer seria titular, não enfrenta o clássico que vale ao Peixe a vice-liderança do Brasileirão?

O fato de ter externado seu problema antes irritou a comissão técnica, que ainda poderia contar com o meia. Desta forma, Levir decidiu não voltar atrás e manteve a informação dada pelo próprio jogador em sua rede social, como forma de punição.

No entanto, não quer dizer que Vecchio está afastado, como aconteceu sob o comando do ex-técnico Dorival Júnior.

A vaga deixada por Renato e Vecchio é disputada por Matheus Jesus, Leandro Donizete e Yuri.

O Santos deve ir a campo com Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Matheus Jesus (Leandro Donizete), Alison e Jean Mota; Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos