Em campo castigado pela chuva, Guarani e Criciúma empatam sem gols

Sob forte chuva, Criciúma e Guarani protagonizaram uma partida que contou com jogadas de futvôlei para driblar as poças que se acumulavam no gramado castigado do estádio Brinco de Ouro.

Com a missão de deixar a zona de rebaixamento, os donos da casa iniciaram a partida pressionando o adversário. Em apenas dez minutos de jogo, o goleiro Luiz precisou realizar ao menos três defesas para evitar a derrota do Criciúma.

A única chance do Tigre foi aos 14 minutos. Silvinho cobrou falta e mandou a bola para dentro da área e Edson Borges subiu para cabecear para fora. Aos 35, o Guarani teve uma boa oportunidade para abrir o placar com Eliandro, que tentou driblar o goleiro sozinho e acabou perdendo a bola. Na sequência, o lateral Lenon dominou, mas chutou para fora.

O jogo aéreo marcou toda a partida, que não teve um vencedor por pouco. Aos 43 do segundo tempo, o Guarani chegou com muito perigo na área do adversário. Após rewceber cruzamento pela direita, Caíque cabeceou no canto e Luiz teve que se esticar para evitar o gol.

Aos 45 mintuos, o Guarani ainda não tinha desistido de buscar mais uma tentativa e foi a persistência que fez com que Paulinho cobrasse falta direta para o gol, mas a bola apenas bateu no travessão. Nem os quatro minutos de acréscimos ajudaram as equipes, que precisavam da vitória.

O empate pouco mudou a situação das equipes na tabela. Com 39 pontos, o Criciúma segue na oitava colocação, enquanto o Criciúma ganha uma posição e termina a rodada em 12º, com 34 pontos conquistados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos