Dorival admite jogo ruim, mas diz que saída do Z4 tira peso do Tricolor

O técnico Dorival Júnior admitiu uma queda de rendimento do São Paulo mesmo com a vitória sobre o Sport neste domingo no Morumbi, mas valorizou muito o resultado que tirou a equipe da zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. De acordo com o comandante, esse novo cenário tira um peso das costas do grupo. Ele, porém, alerta para a situação ainda preocupante.

- Sai um peso, sim, mas sabemos que estamos muito próximos. É um palmo de distância que nos separa atrás e de uma vaga na Libertadores. Sofremos para alcançar o resultado, mas em outros momentos fomos superiores e não conseguimos. Acho que mudou alguma coisa - declarou o comandante.

O técnico agora terá dez dias até o próximo confronto, contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte. Ele pretende usar a pausa para dar ainda mais entrosamento ao time. Contra o Sport, ele sentiu que o nível de concentração da equipe caiu.

- Vamos trabalhar o conjunto. Sidão fez a sexta partida. Militão a quinta ou sexta partida. Arboleda acho que 13 partidas. Hernanes não sei se tem 12 (na verdade tem dez). Petros tem 12, 13. Marcos Guilherme também (também tem dez). Muito pouco tempo. A equipe vai oscilar, vai alternando. Faremos grandes jogos, jogos abaixo. Mas temos de ter a consciência de que não podemos errar, e nosso nível de concentração não pode abaixar. E senti isso hoje, que foi fundamental para sofrermos - analisou.

Com a vitória, o São Paulo ultrapassou o Sport e chegou a 31 pontos, deixando a zona do rebaixamento. Confira abaixo outros trechos da coletiva do treinador:

Sidão

Sidão foi fundamental na manutenção do nosso resultado. Ele vem crescendo. Espero que mantenha e melhore. É uma condição que cabe a ele, de ir buscando gradativamente.

Time ser pressionado

Não é fácil. Vinha acontecendo há algumas rodadas. Hoje, trouxemos o Sport. Mesmo assim, tivemos duas ou três oportunidades e erramos no último passe. É aquilo que falamos. Em alguns momentos, vai acontecer. Ainda bem que tivemos o resultado. Agora, é continuar trabalhando, porque as coisas ainda serão muito difícil.

Como fazer o jogo ideal?

Não tem aquilo seu seja o ideal. Na semana anterior viemos pra cá, lamentamos o empate em função da produção que tivemos contra o Corinthians. Não fizemos um jogo do mesmo nível anterior. mas sustentamos um resultado que seria fundamental. O Sport estava solto, estava leve no gramado. A gente com a preocupação de se proteger. Não vimos o mesmo comportamento da semana anterior, temos que corrigir, intensificar, buscando aperfeiçoar o que foi visto e reconhecer que foi na base da luta, entrega e comprometimento. Em outros momentos tivemos os resultados a favor e abrimos mão dele no fim. a equipe precisava de um resultado como esse. Foi um bom espetáculo onde a as equipes procuraram o gol. Foi um jogo disputado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos