Vice-presidente do Fla é desligado do 'O Globo' após jornalista ser impedido de fazer perguntas

O humorista e vice-presidente de comunicação do Flamengo, Antonio Tabet, foi desligado do jornal 'O Globo', no qual escrevia colunas. O dirigente rubro-negro fez críticas ao que ele considera como mau jornalismo, citando o jornal 'Extra' no texto, ainda que indiretamente. Na sexta-feira, o repórter Diogo Dantas, do 'Extra', que pertence ao Grupo Globo, foi proibido de fazer perguntas na entrevista coletiva do técnico Reinaldo Rueda, no Ninho do Urubu.

Ao final da coluna de Tabet, publicada neste domingo, o jornal 'O Globo' explicou o desligamento do dirigente rubro-negro.

- O humorista Antonio Tabet, vice-presidente de comunicação do Flamengo, levou a sério (as brincadeiras feitas com Muralha). Mas, no dia em que o jornal retratou críticas da torcida a Tabet, o clube, em retaliação, decidiu impedir que um repórter do Extra e também do Globo fizesse perguntas durante uma entrevista coletiva, num ato de cerceamento de acesso à informação. Tabet usou a coluna publicada acima, na editoria de Política, para tratar de assunto relacionado à sua atividade no clube, como já fizera em outra oportunidade. Por essa razão, O Globo decidiu interromper sua participação neste espaço - publicou o jornal.

Em comunicado enviado aos jornalistas, na sexta-feira, o Flamengo informou que a decisão de proibir perguntas do jornal 'Extra' foi institucional e não pessoal. O presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, e o diretor geral, Fred Luz, estavam na sala de imprensa quando ocorreu o episódio.

O Flamengo afirma que o jornal 'Extra' vem 'difamando o clube de maneira ininterrupta, num tom jocoso'. O clube comunicou ainda que os jornalistas deste veículo poderão fazer perguntas novamente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos