Gabriel leva gancho de dois jogos, mas Maycon é absolvido no Timão

O corintiano Gabriel foi punido pelo gesto obsceno feito em direção à torcida do São Paulo no clássico do último dia 24, que terminou empatado em 1 a 1, no Morumbi. Denunciado pela Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por "provocar o público durante a partida", o volante fica suspenso por duas partidas, pena mínima do artigo 258-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que previa até seis jogos. Cabe recurso no pleno do STJD.

Também em pauta nesta segunda-feira, o pisão do volante Maycon no são-paulino Petros não foi visto como intencional pelos julgadores. Denunciado por "ato desleal ou hostil durante a partida" com base no artigo 250, o camisa 8 do Corinthians foi absolvido por maioria de votos.

Assim, o Corinthians terá Maycon na sequência do Campeonato Brasileiro, mas não conta com Gabriel nos duelos diante de Coritiba e Bahia. O técnico Fábio Carille havia dito em entrevistas coletivas ao longo da última semana que previa a ausência de Gabriel nos próximos desafios. Camacho, Fellipe Bastos, Marciel e Ameixa são opções de Fábio Carille caso não haja intenção de mudar o esquema tático da equipe.

Outra alternativa é Paulo Roberto, que está afastado dos treinos há 15 dias por conta de uma lesão muscular na coxa direita. Caso se recupere, é ele o reserva imediato de Gabriel. A próxima partida será no dia 11, contra o Coritiba.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos