Novo camisa 9 do Botafogo, Brenner dedica os gols a Roger, que tenta matar 'leãozinho' e voltar em 2018

A titularidade de Roger no comando de ataque do Botafogo poucas vezes no ano esteve ameaçada. Brenner chegou ao time, mas nunca passou perto de ameaçar a vaga. Tinha um gol marcado apenas até que a doença do titular fez com que a camisa 9 fosse obrigada a mudar de dono. E o ex-jogador do Internacional aproveitou a oportunidade deste domingo, contra o Vitória, para marcar dois gols e dedicar ao companheiro, que não joga mais neste ano.

- Eu me sinto bem, feliz pelos gols, pela oportunidade. Não queria que tivesse sido assim, pelo que aconteceu com o Roger. A gente se solidariza, estamos com ele nessa batalha difícil e mostramos o carinho que o grupo tem por ele. Foi dedicado a ele, para que ele continue nessa batalha. Esse leãozinho que ele diz que vai ter que matar e, ano que vem, estar com a gente de novo - torce o novo titular do ataque alvinegro.

Contra o Rubro-Negro Baiano, o primeiro gol foi após cobrança de falta. O segundo, de pênalti, assim como o primeiro do centroavante pelo Glorioso, contra a Ponte Preta. Ele espera manter a tranquilidade que lhe é habitual para seguir balançando as redes, agora que deverá começar jogando mais vezes.

- O Jair passa confiança não só para mim. Meu jeito de ser é assim tranquilo, como centroavante tem que ser na hora do gol. Na hora do pênalti, também tem que estar tranquilo. Estou feliz pelos gols, infelizmente a vitória não veio. Agora é pensar na Chapecoense, não dá para ficar choramingando - garante.

O Botafogo folga nesta segunda e na terça-feira, e se reapresenta na quarta-feira. O jogo contra a Chape é na outra quarta-feira, no Estádio Nilton Santos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos