Bomba foi encontrada nos arredores do Parque dos Príncipes

Uma bomba foi encontrada nos arredores do Parque dos Príncipes horas antes de o PSG vencer o Bordeaux por 6 a 2 no último sábado. E sua edição desta terça-feria, o jornal inglês "Daily Mail" informou que a polícia francesa confirmou a prisão de cinco envolvidos, entre eles um extremista que já era monitorado por autoridades locais.

De acordo com um dos envolvidos na investigação, quatro cilindros de gás, que poderiam ser detonados por celulares foi encontrado pela polícia local. No estádio, cerca de 50 mil torcedores estavam presentes para poder ver de perto Neymar, Cavani e companhia.

- O aparelho estava encharcado de petróleo e funcionando. Ele foi encontrado quando um morador local ligou para a polícia pouco antes das 16h30 (horário local), no sábado. Cinco suspeitos foram presos no local, incluindo um ligado a movimentos radicais islâmicos - afirmou o investigador.

Gérard Collomb, ministro do Interior francês, afirmou, nesta terça-feira, que o suspeito que já era vigiado estava sob monitoramento por apresentar traços de "personalidade terrorista", mas que pode ter escapado do olhar dos agentes graças a um "dublê".

Todos os suspeitos continuam detidos, mas nenhum foi identificado oficialmente até o momento. A bomba foi desativada no local, mas os detalhes da operação só foram divulgados nesta terça-feira para não atrapalhar as investigações e não causa pânico durante a partida.

O PSG volta a campo no próximo sábado, quando visita o Dijon, às 12h (Brasília), pela 9ª rodada do Campeonato Francês. O time de Unai Emery é o líder da competição, com 22 pontos, enquanto seu adversário ocupa a 17ª colocação, com somente seis pontos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos