Alemanha, Inglaterra e Polônia muito perto da Copa do Mundo de 2018

A Alemanha precisa de apenas um empate contra a Irlanda do Norte nesta quinta-feira, às 15h45 (de Brasília), em Belfast, para se garantir na próxima Copa do Mundo. É um confronto direto, uma vez que os britânicos estão em segundo lugar no Grupo C, faltando apenas duas rodadas para o fim das Eliminatórias.

Com 100% de aproveitamento, a Alemanha lidera a chave, com 24 pontos, cinco a mais que a Irlanda do Norte. Os britânicos, na pior das hipóteses, já garantiram um lugar na repescagem. Azerbaijão (10), República Tcheca (9), Noruega (7) e San Marino (0) já estão eliminados.

O técnico Joachim Löw tem inúmeros desfalques para os jogos contra Irlanda do Norte e Azerbaijão, que fecha as Eliminatórias, no domingo. Nomes como Werner, Özil, Neuer, Hector, Weigl, Mario Gomez, Khedira e Götze estão fora.

- Temos vários jogadores para o meio de campo ofensivo que podem projetar ao ataque e criar perigo. Não estamos preocupados - disse o treinador, em entrevista coletiva.

Por outro lado, a Alemanha não deve encontrar facilidade diante da Irlanda do Norte. Os britânicos estão invictos em casa há quatro anos e só levaram dois gols em oito jogos nas Eliminatórias, justamente para o rival desta quinta-feira.

- Temos que encontrar equilíbrio em campo, atacar com força, mas também garantir que a defesa permaneça protegida - afirmou Hummels, também em entrevista coletiva.

Em outros jogos do Grupo C, o Azerbaijão recebe a República Tcheca, às 13h (de Brasília), enquanto San Marino pega a Noruega, às 15h45.

INGLATERRA TAMBÉM PODE SE GARANTIR NA COPA

Outra gigante do futebol europeu pode carimbar um lugar na Copa do Mundo nesta quinta-feira. A Inglaterra recebe a Eslovênia, em Wembley, às 15h45 (de Brasília), e garante a classificação para o Mundial em caso de vitória. A vaga pode até vir com um empate, em caso de igualdade ou derrota da Eslováquia diante da Escócia.

A Inglaterra lidera o Grupo F, com 20 anos. A Eslováquia vem em segundo, com 15. Eslovênia e Escócia têm 14. Lituânia (5) e Malta (0) já estão fora da disputa.

A esperança dos ingleses está nos pés de Harry Kane, do Tottenham, que vem em grande fase neste início de temporada. O artilheiro, que já marcou 11 gols em nove partidas pelos Spurs em 2017/18, será o capitão contra a Eslovênia.

- Ter a braçadeira não altera a minha forma de jogar, nem se faço gols ou não. Faz-me sentir orgulhoso. Quando era pequeno, sonhava jogar pelo meu país e ser capitão. Fazê-lo em Wembley vai ser fantástico - disse Kane, ao jornal "Daily Mail".

Além de Kane, Henderson, Hart e Cahill são outros que envergam a braçadeira em jogos do English Team. O atacante, contudo, foi elogiado pelo técnico Gareth Southgate.

- As suas qualidades de liderança são valiosas para nós. Conheço-o há muito tempo e posso afirmar que está cada vez mais maduro. Há uma série de fatores que fazem um bom capitão. Não acontece da noite para o dia. Felizmente temos vários jogadores que podem desempenhar esse papel - disse Southgate.

Em outros jogos do Grupo F, a Escócia recebe a Eslováquia, enquanto a lanterna Malta encara a Lituânia.

POLÔNIA COM UM PÉ NA COPA

A Polônia também pode carimbar o seu passaporte à Rússia nesta quinta-feira. A equipe encara a já eliminada seleção da Armênia, às 15h45 (de Brasília), em Kentron District. Em caso de vitória e empate entre Montenegro e Dinamarca, a equipe do artilheiro Lewandowski pode comemorar a vaga.

Os poloneses têm 19 pontos, seguidos por Montenegro e Dinamarca, ambos com 16. Romênia (9), Armênia (6) e Cazaquistão (2) completam o Grupo E.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos