Gabigol elogia estrutura do Benfica e avisa: 'Não perdi meu futebol'

  • Arquivo / SL Benfica

Gabriel Barbosa chegou ao Benfica por empréstimo no início desta temporada após não desencantar pela Internazionale. Até o momento, pelo time português, o atacante realizou somente quatro partidas, uma delas como titular, e ainda não balançou as redes. Em entrevista ao jornal português "A Bola", Gabigol falou das suas primeiras impressões de Portugal e garante ainda sonhar com a Copa do Mundo.

 

- Eu não perdi o meu futebol. Não é uma questão de encontrar ou não. É tudo uma questão de momento, da equipe, mas se tiver uma sequência de jogos as coisas vão acontecer naturalmente, não será uma coisa de forçar - disse.

Por enquanto, a única oportunidade de Gabigol como titular foi no empate por 1 a 1 diante do Braga, pela Taça de Portugal. Nas derrotas para CSKA e Boavista e na vitória sobre o Portimonense, o número 11 saiu do banco.

 

- A torcida, a camisa pesada, o time campeão. Poderia ter ido para várias equipes, poderia ser titular em várias equipes, mas preferi vir para o Benfica, que é uma equipe vencedora, e eu também sou um vencedor na minha vida. Eu quis me aliar a eles para poder vencer. É muito legal entrar no estádio do Benfica, ver as fotos dos jogadores no túnel e pensar: eu também quero colocar uma foto minha aí. É isso que me motiva a cada dia -.

 

Gabigol também falou sobre a estrutura do Benfica e afirmou se espelhar em Jonas, atacante brasileiro que está no clube desde a temporada 2014/15.

 

- A estrutura é das melhores que já vi na minha vida. O Seixal é maravilhoso. O ambiente surpreendeu-me, é muito bom. Não é por acaso que o Benfica ganha tantas vezes. Eu tenho aprendido muito com o Jonas. Ele não é muito de falar, é mais pela atitude. É o primeiro a chegar ao centro de treinamento, é o primeiro a treinar, é um jogador que se cuida muito. Se com 33 anos ele faz isso, eu com 21 tenho de correr muito mais que ele. Não é à toa que ele faz tantos gols no Benfica - afirmou.

 

O camisa 11 ainda falou sobre o sonho de jogar a próxima Copa do Mundo:

 

Claro (que sonho)! Jogador que não tem ambição de ir a uma Copa do Mundo é jogador que não está certo. Primeiro quero ajudar o Benfica, ajudar os meus companheiros, ser campeão português e, quem sabe, ir à Copa do Mundo .

 

Com poucas oportunidades até agora em Portugal, o Santos monitora a situação de Gabriel caso ele tenha vontade de voltar ao futebol brasileiro na janela de transferências de janeiro.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos