Salah brilha, Egito vence Congo e volta a uma Copa após 28 anos

Maior campeã africana de todos os tempos, a seleção do Egito sofreu, mas derrotou Congo por 2 a 1, em casa, e garantiu classificação para a Copa do Mundo da Rússia, no ano que vem. A última vez em que os egipcios participaram de um Mundial foi em 1990.

A partida foi realizada no estádio Borg El Arab, em Alexandria. Os Faraós saíram na frente aos 18 minutos do segundo tempo, gol de Mohamed Salah, do Liverpool (ING). Já no fim do jogo, aos 44, o lateral-esquerdo Arnold Bouka igualou o placar.

Salah voltou a ser decisivo para o Egito no último minuto. Aos 49, o atacante assumiu a responsabilidade e converteu o pênalti que encerrará um jejum de 28 anos da seleção longe de uma Copa do Mundo.

Com 12 pontos, o Egito abriu quatro de frente para Uganda e seis para Gana, que ontem empataram em 0 a 0 e agora não tem mais chances matemáticas de classificação.

O Egito foi a segunda seleção africana a garantir vaga na Rússia. Ontem, a Nigéria já havia carimbado o passaporte. Esta será a terceira participação dos Faraós numa Copa. A primeira foi em 1934 e a segunda em 1990.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos