Heynckes é apresentado no Bayern e conta motivo para volta: 'Devo muito'

  • Michael Dalder/Reuters

Ídolo da torcida do Bayern de Munique, Jupp Heynckes está oficialmente de volta ao clube bávaro. Nesta segunda-feira, o treinador de 72 anos foi apresentado como substituto de Carlo Ancelotti, recém-demitido após um início de temporada aquém das expectativas.

Em entrevista coletiva, Heynckes explicou o que o motivou a retornar à beira do gramado. O antigo atacante havia se aposentado em 2013, quando conquistou, justamente com o Bayern, a Liga dos Campeões, Campeonato Alemão e a Copa da Alemanha da temporada 2012/13 - à época, os alemães contrataram Pep Guardiola para o seu lugar. Ele também citou o Real Madrid em seu discurso.

"Tive ofertas de grandes equipes da Europa nos últimos anos, mas decidi não voltar. Isso não é uma volta. Tem prazo de validade. Eu devo muito ao Bayern de Munique. Foi o trampolim para a minha carreira, essa é uma das razões para a minha decisão de voltar. Apesar da situação difícil, estou confiante de que a equipe em breve vai mostrar uma cara diferente. Minha tarefa é formar uma equipe que mude o jogo. Eu tenho um plano muito claro e seu como tenho que tocar", disse Jupp Heynckes, emendando sobre suas ambições:

"Tenho visto muito do futebol internacional durante esses anos e estou impressionado com o Real Madrid. É um grande exemplo para no fixarmos. Quero construir uma equipe em que cada um trabalhe pelos demais e olhem pelo êxito da equipe. Tenho um plano muito claro e sei como colocá-lo em prática. Apesar da situação atual, estou convencido que a equipe terá uma cara bem diferente. Jogadores como Thomas Muller não estão jogando o que podem. Nossa equipe tem categoria e devemos saber usar isso. Temos que mostra que somos uma equipe", completou o treinador alemão.

O diretor Karl-Heinz Rummenigge salientou que Heynckes é o "homem certo" para que o Bayern possa recuperar o fôlego das últimas temporadas. "Jupp é um homem do Bayern, sabe das coisas dentro e fora do clube. Acho que é o homem certo com toda sua experiência", comentou Rummenigge.

Atualmente, o Bayern de Munique ocupa a segunda posição da Bundesliga, com 14 pontos - cinco a menos que o Borussia Dortmund, líder. O que pesou para a queda de Ancelotti, além de um vestiário turbulento, foi a dura derrota diante do Paris Saint-Germain, pela segunda rodada da Liga dos Campeões, por 3 a 0, fora de casa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos