ATUAÇÕES: Sidão é um dos melhores em campo e Robinho comanda o Galo

Sidão evitou uma goleada do Galo no primeiro tempo, Victor trabalhou bem no segundo e o Atlético-MG venceu o São Paulo por 1 a 0, em noite de Robinho no Independência. O atacante comandou o time da casa. Confira as notas:

ATLÉTICO-MG

7,0

Victor

Fez três grandes defesas no segundo tempo, uma delas sensacional.

6,5

Marcos Rocha

Anulou Tavares. Iniciou jogada do pênalti cobrando lateral.

7,0

Felipe Santana

Um gigante na defesa. Levou perigo nas idas ao ataque.

6,0

Gabriel

Travou bom duelo com Pratto e levou a melhor.

7,0

Fábio Santos

Fez o gol de pênalti, premiando boa atuação ofensiva.

6,5

Adilson

Firme na marcação e inteligente com a bola no pé.

6,5

Roger Bernardo

Outro que marcou firme e colaborou bem à frente.

5,5

Cazares

O mais tímido da linha de armadores. Poucas jogadas efetivas.

7,0

Robinho

Concentrado, disposto e inspirado, comandou o Galo. Grande jogo.

6,5

Valdívia

Mal na conclusão, mas foi o melhor sócio de Robinho e sofreu pênalti.

5,0

Fred

Algumas boas jogadas no pivô, mas perdeu gol na pequena área. Má fase...

6,0

Otero

Entrou elétrico e deu trabalho a Sidão logo em seu primeiro lance.

6,0

Rafael Moura

Pôs Robinho na cara do gol. Ajudou a segurar.

5,0

Clayton

Entrou para aumentar o gás do ataque. Foi acionado poucas vezes.

7,0

Téc: Oswaldo de Oliveira

Vitória justa. Com Robinho muito bem, time dominou.

SÃO PAULO

7,5

Sidão

Evitou um resultado catastrófico com grandes defesas. Vem crescendo muito e é um dos destaques do time no momento.

5,5

Militão

Desguarnecido, sofreu para acompanhar Robinho no primeiro tempo. No segundo, mostrou personalidade com mais firmeza.

3,5

Bruno Alves

No primeiro tempo, quase sempre mal posicionado. No segundo, fez pênalti bobo permitindo gol do Atlético-MG. Não foi feliz.

6,0

Rodrigo Caio

Inteligente, salvou lances importantes, principalmente no primeiro tempo. No segundo, não comprometeu.

5,5

Júnior Tavares

Foi melhor quando subiu ao ataque, com cruzamentos que levaram perigo. Se bem protegido, pode ser importante.

6,0

Petros

Com seriedade, fez o que o torcedor gosta. Lutou, desarmou, chegou duro nas jogadas. Livrou-se em uma atuação muito ruim do time.

5,0

Jonatan Gomez

Ainda não mostrou a que veio no São Paulo, mas pelo menos arriscou de fora da área em duas oportunidades. É aguerrido.

4,5

Hernanes

O Profeta não estava em jornada inspirada. Bem marcado, criou muito pouco, sem força para chegar à frente e acompanhar marcação.

4,0

Lucas Fernandes

Além de ser pouco efetivo com a bola, prejudicou na marcação. Seu lado do campo ficou exposto quando o Galo atacava. Precisa melhorar.

4,5

Marcos Guilherme

Também tímido no ataque e pouco combativo na marcação. Procurou dar velocidade, mas foi facilmente bloqueado.

4,5

Pratto

A fase ruim do argentino parece interminável. Visivelmente sem confiança. Teve uma chance de cabeça, mas Victor pegou.

6,0

Shaylon

Entrou bem, já acionando Pratto em boa chance. Mas precisa ganhar mais casca, com mais minutos jogados.

5,0

Maicosuel

A falta de ritmo é aparente. Voltou ao Horto e lembrou o torcedor do Atlético-MG de que não precisa ter saudade. Pouco efetivo.

5,0

Jucilei

Entrou com o time na fogueira, e pouco acrescentou no meio de campo. Não tinha função definida entre a defesa e o ataque.

4,0

Téc: Dorival Júnior

Time ficou dez dias treinando, mas voltou com muita dificuldade para se encontrar em campo. Poderia ter sido goleado facilmente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos