Ex-árbitros opinam sobre gol polêmico na vitória do Panamá

A classificação do Panamá para as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 rendeu festa e uma boa dose de polêmica. Na vitória por 2 a 1 sobre a Costa Rica, o placar foi aberto pelos panamenhos com um gol "fantasma": em lance confuso, Elias Pérez dividiu com um adversário e, além de sofrer um pênalti, a bola não ultrapassou por completo a linha da meta.

Mesmo com a confusão até o gol ser assinalado, ex-árbitros não veem o lance como suficiente para uma possível anulação do jogo. Comentarista de arbitragem da ESPN, Sálvio Spinola detalhou que trata-se de uma interpretação errada:

- Não chega a ser considerado erro de direito, passível de anulação do jogo. Neste lance, o árbitro não errou por desconhecimento da regra. Na verdade, houve uma interpretação errada dele do lance do gol do Panamá. A bola não chegou a entrar no gol, mas sua decisão fica como definitiva - afirmou, ao LANCE!.

Spinola reconheceu a dificuldade para o árbitro interpretar a jogada do gol:

- Além de não contar o recurso do "gol ou não-gol" naquele momento, muita coisa ocorreu na mesma jogada para o árbitro interpretar.

Comentarista de arbitragem da Rede Globo, Leonardo Gaciba também apontou que foram sucessivas jogadas para o juiz avaliar:

- Foi um erro de interpretação, e um "erro de fato" é considerado normal. Ainda mais em um lance como este, que ocorreram várias situações ao mesmo tempo. Ficou muito difícil para a parte técnica - disse, ao LANCE!.

Gaciba ainda indicou qual caminho a arbitragem tem de seguir em lances como este:

- A opção do árbitro tem de ser pelo consenso com a arbitragem. Foi uma jogada em que há dúvida de "gol ou não-gol" e também há a interpretação de um pênalti. É preciso muita cautela até apontar o reinício do jogo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos