'Demissão de Cuca era inevitável, e mostra erro de planejamento do Verdão', dizem especialistas

A certeza de que a saída de Cuca foi o melhor caminho para o Palmeiras e para o treinador marcou a opinião dos jornalistas do LANCE!. Horas após o anúncio, ocorrido nesta sexta-feira, todos foram taxativos ao dizer que esta segunda passagem foi bem abaixo do ano de 2016.

Blogueiro e colunista do LANCE!, Fábio Chiorino apontou obstáculos que o Verdão passou longe de render o que mostrou no ano anterior:

- A demissão de Cuca era algo inevitável diante do contexto atual. O time não conseguia render nem perto do esperado, e o próprio treinador admitiu, em diversas situações, que tinha dificuldades em colocar em prática o futebol eficiente que foi sua marca em 2016.

Chiorino detalhou os obstáculos que Cuca encontrou em sua segunda passagem no Palmeiras. Além de falha no planejamento, o blogueiro aponta um tom "messiânico" dado ao técnico

- O fracasso neste retorno não elimina o mérito do treinador, que conseguiu fazer o Palmeiras ser campeão brasileiro, mas mostra um erro grave de planejamento. Cuca decidiu sair no final do ano passado e não participou da montagem do elenco em um ano de muita expectativa para o clube e torcida, o que trouxe problemas evidentes, como nos casos de Borja e Felipe Melo. Ao voltar como "salvador da pátria", criou a obrigação de novamente conquistar títulos no comando do Palmeiras.

Já o blogueiro João Carlos Assumpção é mais incisivo na maneira como Cuca lidou com o atual Palmeiras:

- Cuca fez um trabalho pavoroso no Palmeiras. Desvalorizou o elenco, deu declarações infelizes e não conseguiu nada com o time. Erro maior foi de quem o contratou, que deve explicações ao Conselho e à torcida.

Assumpção vê o nome de Mano Menezes, especulado como treinador para a temporada de 2018, com bons olhos:

- Quanto a Mano Menezes, não é nenhum gênio, mas no cenário atual, é um bom nome para montar o time no ano que vem.

Embora exalte o trabalho do atual técnico do Cruzeiro, Fábio Chiorino vê com cautela a escolha por Mano Menezes:

- Mano Menezes é o nome óbvio e que já agrada a diretoria alviverde, mas penso que o trabalho de Alberto Valentim até dezembro deva ser observado com mais atenção antes da tomada da decisão. O treinador do Cruzeiro está em alta por conta da temporada atual, mas não é exatamente o perfil que o torcedor do Palmeiras espera diante de um time sempre constantemente reforçado e que naturalmente lida com o peso de ser favorito em todas as competições que disputa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos