Ex-técnico do Lanús morre um dia após classificação na Libertadores

No dia seguinte à vitória histórica sobre o River Plate por 4 a 2, que deu ao Lanús a classificação para a final da Libertadores, morreu Ramón Cabrero, um dos maiores treinadores da história do clube.

Cabrero, que tinha 69 anos, havia sofrido um AVC e estava em recuperação. Por isso, estava licenciado da função de dirigente que ocupava no Lanús.

O ex-treinador comandou o Lanús no título do Campeonato Argentino de 2007, o primeiro nacional da história do clube. Cabrero também esteve à frente da primeira partida da equipe na Libertadores.

A primeira passagem de Cabrero pelo Lanús foi em 1977/78, retornando em 2005 e ficando até 2008. Seu último clube como técnico foi o Atlético Nacional, da Colômbia, em 2010.

Além de técnico, Cabrero foi jogador do Lanús de 1965 a 1968. Atuou também por Newell's Old Boys e Atlético de Madrid.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos