Botafogo garante: Sequência ruim da reta final de 2016 não se repetirá

  • Thiago Ribeiro/AGIF

A 32ª rodada do Campeonato Brasileiro do Campeonato Brasileiro de 2016 foi significativa para o Botafogo. A vitória de 1 a 0 sobre o Santa Cruz, fora de casa, com gol de Rodrigo Pimpão, foi a última de uma série de cinco vitórias seguidas na competição. O Alvinegro pulou para 53 pontos e viu a vaga na Libertadores deste ano se aproximar. Faltava pouco. Faltava, mas o Glorioso conheceu uma nova sequência de cinco jogos - esta ingrata. O time comandado por Jair Ventura empatou com Coritiba, Fla e Ponte e perdeu para a Chape e o Palmeiras. Na última rodada, vaga incerta, mas grande vitória sobre o Grêmio, fora de casa.

Pouco mais de um ano se passou desde aquela vitória e agora o Glorioso se vê em situação parecida: o jogo da 32ª é no próximo sábado, contra o Fluminense, às 19h, no Nilton Santos, e o Botafogo também está perto da vaga. São 48 pontos, mas (pelo menos até agora) uma vaga a mais para a competição continental. O que aconteceu em 2016 e o que fazer para evitar nova derrocada - que caso se repita pode ser irreversível, ao contrário do que aconteceu ano passado? O zagueiro e capitão Carli, que estava no time na temporada anterior, explica:

"Nestas últimas rodadas do Campeonato, os times que estão brigando por alguma coisa fazem esforço porque a briga é muito difícil seja contra queda ou por vaga na Libertadores. Hoje o futebol está muito equilibrado. É preciso ter foco, concentração. A última parte do Campeonato é a mais difícil. Estamos confiantes de que vamos conseguir", analisou o xerife alvinegro.

Depois do Fluminense, o Botafogo visitará o Sport, recebe o Atlético-PR e Atlético-GO, encara o São Paulo no Pacaembu, o Palmeiras na capital paulista e encerra o returno contra o Cruzeiro, no Nilton Santos. O time pode, no máximo, fazer 69 pontos, e até sonhar com o título. O que acontecerá só o tempo irá responder, mas uma coisa é certa: o Alvinegro não pode vacilar como em 2016.

Outro remanescente daquele time do ano passado, o volante Rodrigo Lindoso também comentou sobre o assunto e destacou que vê o Brasileirão, um torneio longo, com diferentes caras ao longo dela. Para se dar bem no fim, o Botafogo, crê, tem que estar atento aos detalhes:

"Penso no Brasileiro como uma competição de dois momentos bem distintos. No início, os times estão se reforçando e fica um jogo mais aberto. Nós mesmos vivemos jogos assim. Contra o Vitória, por exemplo, que deixamos empatar, e contra o Santos, que marcou no último minuto. Agora, o Campeonato afunila e as partidas são definidas em detalhes. Detalhes vão definir a Libertadores e quem cai. Temos que fazer de diferente e ficar atento", opinou.

A reta final do Campeonato Brasileiro de 2016:

38ª rodada: Grêmio 0 x 1 Botafogo

37ª rodada: Botafogo 1 x 1 Ponte Preta

36ª rodada: Palmeiras 1 x 0 Botafogo

35ª rodada: Botafogo 0 x 2 Chapecoense

34ª rodada: Flamengo 0 x 0 Botafogo

33ª rodada: Botafogo 0 x 0 Coritiba

32ª rodada: Santa Cruz 0 x 1 Botafogo

A reta final do Campeonato Brasileiro de 2017:

32ª rodada: Botafogo x Fluminense

33ª rodada: Sport x Botafogo

34° rodada: Botafogo x Atlético-PR

35ª rodada: Botafogo x Atlético-GO

36ª rodada: São Paulo x Botafogo

37ª rodada: Palmeiras x Botafogo

38ª rodada: Botafogo x Cruzeiro

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos