Daniel Alves se diz arrependido de ter jogado na Juve e explica ida ao PSG

  • GONZALO FUENTES/Reuters

Em entrevista à revista "FourFourTwo", o lateral-direito Daniel Alves falou pela primeira vez sobre sua escolha pelo Paris Saint-Germain ao invés do Manchester City, de Pep Guardiola. Admirador confesso do treinador, o jogador parecia com a transferência certa ao time inglês, mas mudou seus planos.

- Havia várias coisas a serem consideradas, e elas me levaram ao PSG. Guardiola era a principal razão, acima de todas as outras, para eu ir jogar no Manchester City. Mas no fim, teve uma oportunidade de me juntar a alguns amigos meus no PSG, em uma incrível cidade e em um clube com enorme potencial. Eu sei que posso acrescentar coisas positivas ao clube além do futebol. Fez mais sentido eu escolher Paris a Manchester nessa ocasião, mas não escondo minha admiração pelo Pep e quero jogar na Premier League um dia - revelou Dani Alves.

- Foi uma combinação de alguns fatores. Eu tenho muitos amigos no PSG, minha esposa já viveu em Paris e adora a cidade, e o clube tem uma grande ambição. Claro que eu estava hipnotizado com a ideia de trabalhar com Pep Guardiola de novo e não estava olhando para as outras opções - completou.

Dani Alves ainda revelou que se arrependeu de ir para a Juventus no verão de 2016, quando deixou o Barcelona depois de oito anos. Ele explicou que a vida em Turim não foi tão fácil.

- Eu já havia tomado a decisão de me juntar à Juventus sem olhar para todo o resto e isso afetou algumas pessoas próximas a mim. Não foi muito fácil achar voos de Turim para ver meus filhos em Barcelona. Para minha companheira também foi difícil achar um emprego - não havia tantas oportunidades de emprego para ela em Turim - disse.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos