ATUAÇÕES: Romero dá trabalho e Egídio dá espaços no Dérbi

O Corinthians levou a melhor sobre o Palmeiras, muito por conta do desempenho ofensivo no início do jogo diante dos problemas de marcação do rival. Romero, autor do primeiro (em impedimento), foi um dos melhores em campo. Egídio, um dos piores. Confira as notas do jogo:

CORINTHIANS

6,0

Cássio

Sofreu os gols em duas bolas bem difíceis, com sorte para os adversários. No restante, ajudou com segurança e passando tranquilidade.

6,5

Fagner

Muito firme na marcação, dificultou o trabalho de Dudu. No primeiro tempo, conseguiu atacar mais e levou certo perigo.

7,5

Balbuena

Bom duelo individual com Borja, no qual levou a melhor. Com brilho, foi ao ataque e deixou sua marca, sendo oportunista.

5,0

Pablo

Vinha bem, mas foi infeliz ao cortar errado a bola que originou o segundo gol do Palmeiras. Perdeu pelo alto mais do que de costume.

6,0

Guilherme Arana

Longe de apresentar o brilhantismo do primeiro turno, mas eficiente taticamente, cumprindo bem a função de brecar os extremos.

6,0

Gabriel

Luta e força na marcação como é sua especialidade, sem interferir nas jogadas cruciais. Saiu após receber cartão amarelo.

5,5

Camacho

Entrou no time, mas com ritmo abaixo dos companheiros, sofrendo para executar suas funções. Pode render mais.

7,0

Clayson

Agudo, insinuante e perigoso nas jogadas de bola parada. Além disso, muito voluntário no setor defensivo, com aplicação tática.

7,5

Rodriguinho

Voltou a jogar bem. Articulador das principais jogadas, chegou à frente com frequência, passou para um gol e deu trabalho a Prass.

8,0

Romero

Voltou a jogar o que de melhor pode render, sendo perigoso e agressivo pelos lados e abrindo o placar, em impedimento. Eficiente.

7,5

Também mostrou estrela, ao cavar o pênalti e converter com precisão. Segurou bem a bola perto da área. Decisivo..

6,0

Maycon

Entrou ligado e reforçou a marcação no meio de campo, cortando bolas importantes. Deve voltar ao time no próximo jogo.

6,0

Fellipe Bastos

Teve tempo para fazer com que Deyverson fosse expulso, já no fim da partida. Também entrou para segurar o resultado.

5,0

Jadson

Arriscou ser expulso com entrada mais firme logo após entrar em campo. Na criação, pouco conseguiu interferir com o jogo já muito tenso.

7,0

Téc: Fábio Carille

Equipe entrou vibrante no clássico de suma importância e recuperou o moral para a reta final. Faz ótimo trabalho, confirmado no Dérbi.

PALMEIRAS

6,5

Fernando Prass

O menor dos culpados pela derrota, fez ao menos duas grandes defesas em situações claras de gol do Corinthians.

5,5

Mayke

Teve problemas na marcação, inclusive no lance do primeiro gol do Corinthians, e foi pouco efetivo no ataque.

6,0

Mina

Marcou bonito gol de cabeça em seu retorno ao time após se recuperar de lesão. Na defesa, perdeu disputas pelo alto e vacilou na saída de bola.

5,0

Edu Dracena

Ficou exposto durante todo o primeiro tempo e não conseguiu conter o ataque corintiano. O pênalti (discutível) em Jô saiu em jogada de mano a mano.

4,5

Egídio

Com o Corinthians explorando muito o seu lado, não conseguiu dar conta e sofreu muito na marcação. Tomou decisões erradas na frente.

5,5

Bruno Henrique

Fez alguns bons desarmes no meio e deu qualidade à saída de bola no início, mas cochilou na marcação no primeiro gol e foi caindo até sair.

5,5

Tchê Tchê

Seu jogo não encaixou na etapa inicial, quando só correu atrás dos corintianos. Cresceu depois do intervalo, participando mais, mas saiu.

6,5

Moisés

Outro que não conseguiu jogar no primeiro tempo e cresceu no segundo. Fez o time jogar e ainda marcou um golaço.

5,0

Keno

Praticamente não participou do jogo. Nas poucas bolas que recebeu, não conseguiu produzir. Foi substituído no intervalo.

6,0

Dudu

Cobrou o escanteio para o gol de Mina, mas teve desempenho discreto com a bola rolando. Apareceu mais na pressão dos minutos finais.

5,5

Borja

Começou bem, criando boa chance em uma jogada individual. Depois passou a ser pouco acionado, chamando atenção só pela luta.

5,0

Róger Guedes

Entrou no intervalo e foi tão ineficaz quanto Keno pelo lado direito.

6,0

Guerra

De um escanteio seu, acabou saindo o gol de Moisés. Entrou ligado, tentando chamar o jogo, mas esteve bem marcado.

2,0

Deyverson

Participou de uma ou outra jogada no pivô, sem muita efetividade, antes de ser expulso. Não conseguiu ajudar e ainda atrapalhou...

5,0

Téc: Alberto Valentim

Time não conseguiu jogar e foi dominado no primeiro tempo. Melhorou no segundo, apesar de as trocas não terem surtido tanto efeito.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos