Aguardando julgamento, Jô pode pode fazer seu último jogo pelo Corinthians

  • LUCIO TAVORA/AGÊNCIA TEMPO/ESTADÃO CONTEÚDO

O Corinthians pode ver seu artilheiro se despedir neste domingo, no clássico contra o Palmeiras. É bem improvável, mas Jô pode pegar até 12 jogos de suspensão no julgamento do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) na quarta-feira. O atacante foi denunciado por ter dado uma solada na canela do zagueiro Rodrigo, da Ponte Preta, no duelo da semana passada.

Como foi enquadrado no artigo artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, por agressão física, Jô pode pegar pena de quatro a 12 jogos - o Corinthians tem apenas mais seis jogos na temporada além do Dérbi. O departamento jurídico do Timão tentará desqualificar a denúncia para algum outro artigo mais leve, com suspensão menor.

Os advogados não acreditam que o atacante pegará um gancho tão pesado. Ainda há a interpretação de que, caso seja condenado, Jô não teria de cumprir a pena já contra o Atlético-PR, na quarta-feira, porque o duelo será realizado poucas horas depois do julgamento. Por outro lado, ele está pendurado com dois cartões amarelos.

Além da punição do STJD, Jô convive com outra incerteza: não sabe se permanecerá no Corinthians em 2018. Como o LANCE! mostrou no mês passado, o atacante voltou a ser cotado na Europa e vê com bons olhos a possibilidade de atuar novamente no Velho Continente.

O jogador de 30 anos já afirmou que deseja continuar no Timão na próxima temporada, mas admitiu que "não dá para cravar". Ele tem contrato até o fim de 2019, e o Corinthians é dono dos 100% dos direitos econômicos.

Artilheiro do Corinthians na temporada, com 22 gols, Jô é o jogador de linha que mais atuou, com 59 partidas. Uma despedida nesta reta final do Brasileirão seria um pesadelo para o Timão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos