Em jogo polêmico, Manchester City vence o Arsenal e segue sem perder

O Manchester City conquistou mais um ótimo resultado no Campeonato Inglês, vencendo o Arsenal por 3 a 1 no Etihad Stadium. Porém, a partida foi marcada por algumas polêmicas e acabou sendo definida por erros de arbitragem. Os gols foram marcados por Kevin de Bruyne, Sergio Agüero e Gabriel Jesus. Alexandre Lacazette descontou.

Esse resultado deixa o City desparado na liderança da Premier League, com 31 pontos. São 10 vitórias e um empate nas 11 primeiras partidas da competição. Já os Gunners ficam em sexto, com 19.

Os Citzens foram superiores no primeiro tempo, dominando e tendo boas chances no ataque. Os Gunners, por outro lado, melhoraram na metade final e criaram sua melhor oportunidade aos 46, quando Ramsey chutou rasteiro e acabou parado pelo goleiro Ederson.

O gol, porém, saiu aos 18 minutos. Sané pegou a sobra após defesa de Cech e De Bruyne recebeu na sequência. O belga tabelou com Fernandinho, entrou na área e chutou, abrindo o placar em Manchester.

Mal deu tempo para o time visitante ensaiar uma reação na segunda etapa. Logo aos três minutos, Sterling foi lançado por Fernandinho nas costas da zaga, tentou passar por Monreal e caiu na área. Em lance muito polêmico, o árbitro marcou a penalidade, Agüero foi para a cobrança e ampliou.

Logo depois, o técnico Arsène Wenger apostou na entrada de Lacazette para tentar reforçar as ações ofensivas e obteve resultado. Aos 19, Iwobi tocou para Ramsey, que acionou o atacante na direita. O francês entrou na área e chutou rasteiro, diminuindo a diferença.

E o time de Pep Guardiola fechou a conta aos 28 minutos, com outro erro de arbitragem. Após troca de passes perto da área, Fernandinho rolou para David Silva. O espanhol, impedido, surgiu nas costas da zaga e cruzou rasteiro para Gabriel Jesus marcar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos