No fim, Vasco leva o empate do Vitória e perde chance de ir ao G7

Não foi dessa vez. O Flamengo perdeu para o Grêmio, mas o Vasco não fez sua parte para entrar no G7, zona de classificação para a Conmebol Libertadores. Na noite deste domingo, no Maracanã, a equipe de Zé Ricardo ficou no empate com o Vitória em 1 a 1 e perdeu a chance de ficar mais perto do objetivo da vaga. Isso depois de um jogo apático, sem muitas chances e criação...

A maior expectativa do dia no Vasco era pelo retorno de Luis Fabiano. Mais de dois meses depois de seu último jogo, o atacante estava de volta ao time com a responsabilidade de colocar a bola na rede. Porém, compreensivelmente pelo longo período fora, pouco fez.

Logo nos dois minutos, o técnico Zé Ricardo se viu obrigado a fazer a primeira substituição. Anderson Martins se machucou e deu lugar a Paulão no Vasco. Esta alteração fez com que o time cruz-maltino perdesse um pouco do poder defensivo, dando espaços ao Vitória.

Para sorte do Vasco, um lance isolado aos nove minutos do primeiro tempo fez com que o gol saísse. Nenê mandou a bola na área após cobrança de falta, Breno, oportunista, se antecipou a Kanu e estufou as redes do goleiro Fernando Miguel. Cruz-Maltino na frente para depois disso, recuar e se preocupar com os baianos.

O Vitória pressionava de toda forma a equipe do Vasco em busca do empate. No primeiro tempo isso aconteceu aos 27 com Tréllez, aos 32 com Patric e três minutos antes do fim do tempo regulamentar da etapa inicial com Juninho. Em todas, o goleiro Martin Silva teve participação.

Na volta do intervalo, o Vitória ficava cada vez mais perto de conseguir igualar o marcador com o Vasco. Simultaneamente, os cerca de 15 mil cruz-maltinos no Maracanã davam sinais de irritação com a maneira de jogar da equipe de Zé Ricardo. Gritos de protesto foram ouvidos.

Os jogadores do Vitória ainda chegaram com perigo aos 17 da etapa final, aos 19 e aos 22. O Vasco só respondeu aos 25 com Andrés Rios acertando a trave após passe de Nenê. O time de Vagner Mancini seguiu pressionando até que no acréscimo, aos 46, conseguiu o empate em chute de André Lima após passe de Patric.

Empate em 1 a 1 acabou sendo justo. O Vasco desperdiçou a chance de entrar nesta rodada no G7 do Campeonato Brasileiro. Torcida cruz-maltina não gostou, mas o torneio não acabou. Ainda dá tempo.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 1 VITÓRIA

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data/hora: 5/11/2017 - 19h (de Brasília)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)

Auxiliares: Helton Nunes (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)

Renda/público: R$ 464.515,00/12.990 pagantes

Cartões amarelos: Luis Fabiano, Madson, Martin Silva (VAS) e Juninho, Neilton, Kanú, Yago (VIT)

GOLS: Breno 9'/1ºT (1-0) e André Lima 46'/2ºT (1-1)

VASCO: Martin Silva, Madson, Breno, Anderson Martins (Paulão 2'/1ºT) e Henrique (Paulinho 23'/2ºT); Jean e Wellington; Yago Pikachu, Nenê e Mateus Vital; Luis Fabiano (Andrés Rios intervalo). Técnico: Zé Ricardo.

VITÓRIA: Fernando Miguel, Patric, Wallace, Kanu e Juninho; José Welison (Fillippe Souto 39'/2ºT), Ramon (André Lima 16'/2ºT) e Yago; Neilton (Carlos Eduardo 28'/2ºT), Tréllez e David. Técnico: Vagner Mancini.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos