Contra o Corinthians na Arena, Palmeiras tenta cumprir "profecia" de Moisés

  • Cesar Greco/Ag. Palmeiras

"Se vai alcançar, eu não posso precisar. Mas a gente vai incomodar".

A profecia de Moisés, feita após a 25ª rodada do Brasileirão, quando o Palmeiras estava em quarto lugar e tinha 11 pontos a menos que o líder, pode se concretizar neste domingo. Uma vitória no dérbi das 17h, em Itaquera, deixará o Palmeiras a apenas dois pontos do Corinthians com seis rodadas a serem disputadas.

- A gente vai chegar, e aí vai depender se eles vão nos dar essa oportunidade ou não. A gente vem crescendo no momento em que se define a competição. O importante é você estar na liderança na 38ª rodada. Se a gente ficar em segundo até a 37ª rodada, e na última for campeão, está bom - disse o "profeta do Palmeiras", no programa Bola da Vez, na ESPN Brasil, no fim de setembro.

Na ocasião, o Palmeiras havia acabado de vencer o Fluminense no Maracanã, faturando 10 dos últimos 12 pontos disputados. Apesar da desvantagem de 11 pontos para o rival, Cuca já começava a falar abertamente das contas que poderiam colocar a equipe na briga pela liderança, sem saber dos baques que sofreria nas duas rodadas seguintes: derrota para o Santos e empate com o Bahia, ambos em casa.

Os tropeços fizeram o Corinthians aumentar sua distância para 14 pontos e encerraram a segunda passagem do treinador pelo Palestra Itália. Fim do sonho do bicampeonato? Não... Nas quatro rodadas seguintes, o Palmeiras de Alberto Valentim somou 10 pontos, enquanto o rival fez apenas um. Chegou a hora de incomodar?

Se depender das lembranças de Moisés no dérbi e na Arena Corinthians, as chances são boas. Na única vez em que atuou no estádio do rival, em jogo-chave do Brasileirão do ano passado, o meia marcou o primeiro gol da vitória alviverde por 2 a 0 e fez a comemoração do "cajado" com a câmera de Cesar Greco, fotógrafo do clube. Naquele mesmo torneio, participou da jogada que terminou em gol de Cleiton Xavier na vitória por 1 a 0 sobre os alvinegros no Allianz Parque.

Com o joelho operado, o camisa 10 não foi a Itaquera no jogo do Campeonato Paulista deste ano, que terminou com vitória corintiana por 1 a 0, e também não esteve na vitória do rival por 2 a 0 no primeiro turno do Brasileiro, no Allianz Parque. Pé-quente no clássico, Moisés conta com a confiança de Valentim, que o aponta como exemplo para os companheiros:

- Se vocês repararem o tanto que o Moisés corre muito quando não está com a bola... Tenho mostrado isso nos vídeos. Falei para os jogadores que precisamos fazer como ele faz. Fora o que ele faz quando tem a bola. Ele tem ajudado muito - disse o treinador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos