Rueda lamenta postura do Fla contra o Grêmio: 'Um a um não é a morte'

Neste domingo, o Flamengo foi derrotado de virada pelo Grêmio em Porto Alegre e sua situação na briga pela Libertadores fica cada vez mais delicada no Brasileirão. O técnico Rueda lamentou o resultado, principalmente após tomar o gol de empate, onde o time não soube ter calma.

- Hoje perdi. Não sei a estratégia. Buscamos ganhar desde o começo. O Grêmio tinha grande circulação de posse de bola. Com grande vocação ofensiva. O jogo até 1 a 0 a favor estava funcionando, mas depois com o um a um, não pela estratégia, escalação, mas como se assimila. O um a um não é a morte. É placar para trabalhar e buscar o jogo.

O treinador colombiano afirmou que ideia era vencer, que o um a um era ruim, mas perder não passava pelos planos do clube.

- Em 1 a 1 era para seguir jogando com ordem e buscar o resultado. Para a gente o 1 a 1 não era bom. Mas era melhor que perder. Sobretudo perder o controle, como perdemos.

Outro ponto que o comandante colombiano destacou na sua entrevista coletiva foram as ausências de cinco titulares. Para Rueda, isso foi fundamental para a atuação ruim também.

- Não estão Juan, Réver, Berrío, Guerrero, Diego... são cinco titulares, mas qualquer equipe do mundo sente isso.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos