Jornalista divulga print falso de Moisés, e meia promete providências

Moisés pediu para fazer um pronunciamento nesta terça-feira, antes do treino, para responder a Chico Lang. O jornalista da TV Gazeta divulgou no Twitter o print de uma conversa falsa supostamente do meia do Palmeiras, apagou a mensagem e pediu desculpas. O camisa 10 até aceitou, mas avisou que ficou revoltado e entrará na Justiça.

- Ele é um jornalista, forma opiniões, e até por isso procurei vir aqui falar, porque nunca estive envolvido em polêmica ainda mais extracampo. O que eu passo aos meus filhos é ter uma índole, uma ética e procuro seguir isso. Nunca falaria dos meus companheiros ou de alguém por trás, sem a pessoa saber. É revoltante quando você vê uma mentira sobre sua pessoa e que isto pode afetar algumas pessoas e trabalho em um clube em que tem várias pessoas. Imagina se se cria uma dúvida? Se falou ou não? Mas graças a Deus todos me conhecem aqui dentro, sabem como eu lido aqui dentro - questionou o meia.

No print divulgado pelo jornalista aparece uma suposta conversa em que Moisés pede para que seja feita a edição de um vídeo para proteger Felipe Melo na repercussão da briga com Clayson, no intervalo do Dérbi de domingo. Além disso, cita que Borja e Tchê Tchê sentiram a pressão da torcida corintiana, em Itaquera. Poucos minutos depois, Chico Lang apagou a mensagem e disse ter sido enganado pela montagem.

- No nosso grupo (dos jogadores) no WhatsApp todos foram muito firmes em me dar apoio, falar que estavam comigo. O Chico Lang já é um cara que tem mais de 20 anos de profissão. O mínimo que ele deveria fazer ao receber um print seria checar se a informação procede ou não, porque é muito sério. Ele já saiu soltando a foto e não tenho dúvida que ele sabia da repercussão que ia tomar - continuou.

- Não sei se ele estava esquecido na mídia, mas nas últimas duas semanas começou a falar de esquema Crefisa, que o Palmeiras pagava times para ganhar do Corinthians, e por incrível que pareça logo depois jogamos com o Corinthians com três lances duvidosos a favor deles. O Corinthians não tem nada a ver, ele pediu desculpas, desculpas aceitas, mas não vai parar por aí. Meus advogados vão ver o que pode ser feito, porque não pode se falar mentiras e depois pedir desculpas - completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos