Às vésperas da Copa, Alemanha tem trunfo em amistoso com a Inglaterra

A sete meses da Copa do Mundo da Rússia, a Alemanha parece ter resgatado um trunfo para a competição. Nesta sexta-feira, às 18h (de Brasília), os germânicos encaram a Inglaterra, no Wembley, com a presença de Mario Götze. O meia do Borussia Dortmund, herói da conquista do Mundial de 2014 ao marcar na final sobre a Argentina na vitória por 1 a 0, está de volta ao grupo do técnico Joachim Löw.

Götze está há quase um ano sem entrar em campo pela Alemanha. Além de ainda não ter voltado à excelente fase de anos atrás, o jogador sofreu com 'problemas metabólicos', que o impediram até de treinar no início de 2017. Agora, o meia está pronto para defender a seleção.

- Estou 100%. Quero e espero poder jogar - disse Götze, em entrevista coletiva.

O diretor da seleção da Alemanha, Oliver Bierhoff, afirmou que Götze superou os problemas físicos e está pronto.

- Como muitos outros jogadores que sofreram longas lesões, ele retornou ao futebol com grande amor. Você vê que ele está libertado, noto que tem muita vontade de jogar - declarou o ex-atacante, lembrando de Gündogan, que também foi convocado por Joachim Löw após longo tempo afastado da seleção.

O treinador poderá mesclar jogadores experientes com outros que participaram do título da Copa das Confederações. Um exemplo é o atacante Sandro Wagner, que apesar de não ser nenhum garoto - tem 29 anos - foi bem na competição e seguiu na lista de Löw em jogos pelas Eliminatórias.

Por outro lado, o treinador não deve ter Kroos, que não vem participando das atividades por estar doente. Boateng também está fora.

- Boateng não vai jogar. Toni Kroos estava doente ontem (terça-feira) e só aqueceu hoje. Eu posso deixá-lo descansar no jogo. Não vou arriscar. Alguns jogadores como Kroos e Mats Hummels são partes integrais da nossa formação se eles estão sem lesões - declarou Löw.

INGLATERRA CHEGA COM MUITAS BAIXAS

A Inglaterra terá inúmeros desfalques para encarar a Alemanha, em Wembley. O principal deles tem nome e sobrenome: Harry Kane, que vive grande fase no Tottenham e sofreu com alguns problemas musculares nas últimas semanas.

Além do centroavante, o técnico Gareth Southgate não terá ainda os meias Winks e Dele Alli (Tottenham), Delph (Manchester City) e Henderson (Liverpool), além do atacante Sterling (City).

Southgate não lamenta os desfalques e poderá testar novos jogadores, como Tammy Abraham, Joe Gomez e Ruben Loftus-Cheek, que foram convocados pela primeira vez para a seleção.

- O período entre a classificação e o torneio tem que ter um elemento de experimentação. Se não tentarmos coisas nestes jogos, quando tentaremos? A Alemanha levou um time realmente jovem à Copa das Confederações. Achei que o que eles fizeram foi brilhante - declarou o treinador, em entrevista coletiva:

- Gostei desta semana. Novos jogadores chegando e dois grandes jogos nos esperando. Tiraremos mais destes jogos do que qualquer um dos jogos de classificação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos