De virada, Atlético-MG bate o Atlético-GO e segue em busca do G7

O Atlético-MG não encontrou facilidade diante do virtual rebaixado Atlético-GO na noite desta quinta-feira. O valente Dragão ficou duas vezes na frente, mas o Galo, com gols de Luan e Fred chegou à virada na etapa final e garantiu o 3 a 2 atuando na Arena Independência, em duelo válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Triunfo que faz o Atlético manter a meta de garantir uma vaga no G7 da competição.

SITUAÇÃO NA TABELA E PRÓXIMOS JOGOS

Com os três pontos conquistados, o Galo foi aos 45. O Flamengo, com 51, é o time que fecha o G7 da competição. Já o Rubro-Negro goiano, em situação cada vez mais complicada, segue em 20º com apenas 27. O Vitória, com 38, é o primeiro time fora da zona de rebaixamento.

DRAGÃO NA FRENTE

Quem esperava corpo mole dos jogadores do Atlético Goianiense ficou surpreso no decorrer da partida. Com muita disposição e aproveitando os dois lados do campo, o Dragão mostrou eficácia e, com apenas cinco minutos, abriu o placar. Após boa investida, Jorginho cruzou na cabeça de Diego Rosa, que fez 1 a 0.

O gol do xará fez o Galo "acordar" e, com isso, quem passou a trabalhar foi o goleiro Klever. Mas, aos 17, ele não teve como evitar o empate. Após pênalti cometido por Gilvan e Fred, Fábio Santos cobrou com categoria e deixou tudo igual. Mas o Dragão voltou a apresentar eficácia pouco depois e, em cobrança de falta que desviou na barreira, Andrigo voltou a deixar o Atlético-GO na frente.

Mesmo em vantagem, o Dragão não abdicou de atacar. Já o Galo abusava dos contra-ataques, sem mostrar competência necessária. Sobrou vontade em campo e cartões distribuídos pelo árbitro Rodolpho Toski Marques no primeiro tempo. Foram sete amarelos.

SUPERIOR, GALO CHEGA À VIRADA

?

Oswaldo de Oliveira trabalhou no vestiário e, na etapa final, o Galo fez o que dele se esperava: tomou conta do jogo, principalmente graças ao ingresso de Luan. E foi o baixinho e veloz atacante que empatou logo aos quatro minutos. Cruzamento de Marcos Rocha e cabeçada indefensável de Luan.

Superior, o Atlético-MG não tardou para chegar à virada. Após investida de Robinho, Fred recebeu, finalizou e contou com um desvio (que deixou Klever sem reação) para marcar. O time goiano, sem força, não conseguiu reagir. Já o Galo, se superando, segue sonhando.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 3 X 2 ATLÉTICO-GO

Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)

Data-hora: 9/11/2017

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR-Fifa)

Auxiliares: Bruno Boschilia (PR-Fifa) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

Público/Renda: Não divulgados.

Cartões amarelos: Leonardo Silva, Adilson, Cazares, Robinho, Fred e Marcos Rocha (CAM); Gilvan e Diego Rosa, Luiz Fernando, Jonathan e Paulinho (ATG)

Cartões vermelhos: Não houve.

?

Gols: Diego Rosa, 5'/1ºT - (0-1); Fábio Santos, 17'/1ºT - (1-1); Andrigo, 26'/1ºT -(1-2); Luan, 4'/2ºT - (2-2) e Fred, 19'/2ºT - (3-2).

ATLÉTICO-MG: Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson (Yago, Intervalo), Elias, Valdívia (Gustavo Blanco, 30'/2ºT) e Cazares (Luan, Intervalo); Robinho e Fred - Técnico: Oswaldo de Oliveira.

ATLÉTICO-GO: Klever, Jonathan, William Alves, Gilvan e Breno Lopes; Marcão Silva, Igor (Pedro Henrique, 28'/2ºT), Andrigo (Paulinho, 7'/2ºT), Jorginho e Luiz Fernando; Diego Rosa (Niltinho, 33'/2ºT) - Técnico: João Paulo Sanches.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos