Em dez dias, Palmeiras vai do sonho do título ao foco definitivo no G4

O Palmeiras começou a última semana dependendo apenas de suas forças para tornar-se líder do Brasileirão. Dez dias depois, todos no clube já jogaram a toalha na briga pelo título e o foco tornou-se, de fato, o G4. Com um ponto nos últimos três jogos, o atual campeão está a 11 do Corinthians e vê até a vaga na fase de grupos da Libertadores sob ameaça.

Antes de enfrentar o Cruzeiro, o Verdão estava a seis pontos do Corinthians; se vencesse a Raposa e o Dérbi, terminaria a 32ª rodada como o primiero colocado. Só que diante dos mineiros o time apenas empatou - com um gol legítimo anulado de Borja - e depois perdeu para o clássico contra o líder, também com reclamações sobre a arbitragem. Em vez de sair de Itaquera com os mesmos 59 pontos do adversário e com vantagem no número de vitórias, o Palmeiras ficou oito pontos atrás.

Enquanto aproximava-se do arquirrival, torcedores e até jogadores adotaram o discurso de que o foco estava no G4. Com os recentes tropeços, os rivais que estão fora deste grupo se aproximaram, já que o Botafogo, quinto, está a três pontos e o Flamengo, a quatro. O time rubro-negro é o próximo adversário, domingo, no Allianz Parque, em um jogo que virou confronto direto por esta vaga à fase de grupo da Libertadores.

- Vamos tentar recuperar jogadores que ficaram fora, recuperar fisicamente os que jogaram e unir forças. Temos de estar todos juntos, todos se culparem e já contra o Flamengo reagir. O elenco do Palmeiras é forte e estando juntos vamos conseguir nos recuperar - disse Alberto Valentim.

Para este jogo, há a expectativa pela volta de Willian, que ainda está em transição entre a parte física e técnica. Deyverson, suspenso diante do Vitória, também volta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos