'Privilegiado, não pressionado': em alta, Paquetá fala sobre o seu 'desabrochar' no Flamengo

Assim como Vinicius Júnior, o jovem Lucas Paquetá, de apenas 20 anos, vem se destacando nos últimos jogos do Flamengo. Diferentemente de alguns garotos que sentem a pressão por jogar na categoria profissional, ele entende esta oportunidade de uma outra maneira, encarando-a com maturidade.

- Sinto-me privilegiado, não pressionado em jogar no Flamengo. Tento dar meu melhor, meu máximo. Sempre com apoio de todos do elenco e profissionais - comentou o garoto.

Paquetá foi lançado no profissional pelo técnico Zé Ricardo e recebeu algumas oportunidades, mas desabrochou mesmo com o colombiano Reinaldo Rueda, que não o conhecia antes de assumir o Flamengo. Sobre esta curiosidade, o garoto divide os méritos entre os treinadores, em tom de agradecimento.

- Creio que seja um período de adaptação minha. O professor Zé (Ricardo) me passava muita coisa, ele dizia que o meu momento iria chegar. Acabou chegando com o Rueda. Tenho que estar sempre preparado, ajudar o Flamengo e dar alegria para a Nação - analisou.

Meia de origem, Paquetá vinha jogando como atacante com Rueda, mas voltou à posição central contra o Cruzeiro. Ele teve boa movimentação e não decepcionou.

- Independentemente da posição, gosto sempre de estar em campo. Se vai ser no meio, na ponta... Queremos somar, ajudar sempre o Flamengo - disse.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos