Após multa, Egídio é liberado para resolver problemas e não pega o Flamengo

Do UOL, em São Paulo

  • Mauro Horita/Estadão Conteúdo

Além de Mina e Borja, que estão com a seleção da Colômbia, Egídio foi o outro jogador do elenco que não esteve na entrevista coletiva desta sexta-feira. Multado após um entrevero no desembarque do Palmeiras, na quinta, o lateral-esquerdo foi liberado para resolver problemas particulares e por isso não enfrentará o Flamengo, no domingo. Ele se reapresentará na próxima segunda.

"O Egídio foi resolver um problema particular em Belo Horizonte. Por isso não está aqui com a gente. Ele não vai para esse jogo, mas semana que vem ele treina normalmente", explicou o técnico Alberto Valentim.

O camisa 6 mandou um torcedor "tomar no c..." no aeroporto de Guarulhos (SP), após ouvir xingamentos deste palmeirense. O desentendimento foi rápido e nem precisou da ação dos seguranças da delegação, mas ainda assim o clube soltou uma nota oficial, considerando o comportamento inadequado, com direito a advertência e multa. Os jogadores saíram em defesa do lateral.

"A gente fica triste pela cobrança ser apenas em um jogador, como está sendo com o Egídio. A diretoria se posicionou sobre ele e nós temos que acatar", respondeu Dudu.

Em um vídeo divulgado na internet, Egídio desculpou-se pelo acontecido, disse respeitar a torcida e que "estaria com eles até o fim". Contratado em 2015, ele tem contrato até dezembro e a permanência no Palmeiras é difícil. Com 102 jogos pelo Verdão, ele fez três gols e conquistou dois títulos nacionais.

Sem o atual titular contra o Flamengo, Zé Roberto e Michel Bastos são as principais opções de Alberto Valentim para o confronto deste domingo, às 17h, no Allianz Parque.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos