Mancha critica 'coletiva da união' e promete 'infernizar' jogadores

A Mancha Alviverde, principal organizada do Palmeiras, divulgou nota ironizando a "coletiva da união" promovida pelos jogadores e pelo técnico Alberto Valentim nesta sexta-feira. A torcida respondeu aos pedidos de apoio feitos pelo elenco garantindo que incentivo durante os 90 minutos de jogo, mas avisou que vai "infernizar" os atletas até o fim do Brasileiro.

"Coletiva da união, ou melhor, tiração! Qual o motivo que a união da coletiva não se reflete em em campo? Já sabemos os segredos: Jogadores que em 2017 foram eliminados do Paulista, Copa do Brasil, Libertadores e pipocaram no Brasileirão; Diretor estrela que só pensa em comissão e negociatas; Um presidente banana e sem pulso. Podem ficar tranquilos, durante os 90 minutos vamos cantar e apoiar o PALMEIRAS. E até o final do Brasileiro vamos infernizar vocês", diz o texto publicado no Facebook da Mancha.

A organizada avisou mais cedo que irá até a porta da Academia de Futebol no domingo, antes do jogo contra o Flamengo, às 17h, no Allianz Parque, para fazer cobranças. Nenhum dos jogadores citou este protesto durante a coletiva desta sexta. Todos fizeram elogios aos palmeirenses que têm lotado estádios nos últimos anos e pediram para que o apoio continue.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos