Jair Ventura vê Atlético-PR 'cirúrgico' e minimiza mais um tropeço em casa

A derrota de 1 a 0 do Botafogo para o Atlético-PR, na noite deste sábado, no Nilton Santos, foi a sexta do Alvinegro como mandante neste Campeonato Brasileiro. Além deste revés, o Glorioso também tropeçou para o São Paulo, Palmeiras, Vitória, Fluminense e Avaí. Isso sem contar os empates com Coritiba e Atlético-MG. Os 22 pontos perdidos em casa têm explicação, segundo o técnico Jair Ventura:

- O Brasileiro desse ano o maior número de vitórias vem sendo dos visitantes. Na última rodada, foram cinco. É uma tendência. Vencemos fora e perdemos um clássico. É a tendência, quando joga fora tem a situação de jogar em um erro do adversário, e o Atlético-PR fez muito bem isso - opinou o comandante do Botafogo.

Ele também explicou o porquê desta derrota em especial. Aos seus olhos, o Atlético-PR teve méritos e foi 'cirúrgico em sua proposta de jogo: fechou-se como pôde e encontrou um gol. O treinador do Alvinegro lembrou que o goleiro Gatito Fernández, apesar da falha, não foi muito exigido no jogo.

- A equipe do Atlético-PR bloqueou muito nosso corredor central. A nossa alternativa foi tentar entrar pelos lados do campo. Tivemos 16 finalizações e não me lembro de uma defesa do Gatito. O Weverton não fez uma grande defesa, mas é porque Guilherme e os demais jogadores mandaram para fora, mas não vou me defender com estes números - comentou Ventura, antes de finalizar:

- Nesses três dias que teremos até o jogo com o Atlético-GO (quinta-feira) vamos descansar. O Botafogo começou a temporada muito cedo e foi até muito tarde em outras competições. É o nosso maior peso. Hoje, o nosso maior treino é o descanso - concluiu Jair.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos