No Timão desde criança, reservado e 'maluco': Caíque pode garantir título

Nem o próprio Caíque imaginava que poderia garantir o título brasileiro do Corinthians em 2017. Ele iniciou o ano como quarto goleiro do elenco, mas será titular neste sábado, às 19h, contra o Avaí, e também diante do Fluminense, na quarta-feira, quando o Timão poderá ser campeão.

Isso porque o titular Cássio está com a Seleção Brasileira, o reserva imediato Walter se lesionou contra o Atlético-PR e não atuará mais em 2017, e Matheus Vidotto perdeu a posição de terceiro goleiro para Caíque por conta de alguns problemas físicos que teve ao longo deste ano.

Caíque tem apenas cinco jogos pelo Corinthians. Neste ano, atuou contra Atlético-PR, Linense (pela primeira fase do Paulistão) e na pré-temporada contra Vasco (Flórida Cup) e Ferroviária (amistoso). Ele já tinha feito um jogo em 2016, quando entrou no lugar de Cássio para o segundo tempo diante do Botafogo.

Como a Fiel conhece pouco o goleiro de 22 anos, o LANCE! mostra um pouco da sua trajetória. Nascido em São Paulo, Caíque iniciou a carreira no próprio Corinthians, com nove anos indo para o futebol de campo.

Caíque chegou ao elenco profissional do Corinthians após conquistar a Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2015. Seu atual contrato é válido até o fim de 2020.

Apesar de mostrar bastante desenvoltura no dia a dia do CT Joaquim Grava, sempre brincando principalmente com os goleiros, Caíque é uma pessoa reservada. Em seu Instagram, por exemplo, ele tem apenas cerca de 37 mil seguidores e não posta fotos com frequência.

Ele não gosta de se expor. Apesar do pedido para ele conceder entrevistas, o Corinthians blindou o goleiro. O LANCE! ainda tentou conversar com algum familiar, mas Caíque vetou a ideia. Foco total em campo.

Até porque namora, Caíque é considerado mais caseiro, sem baladas. Ele também é adepto aos estilos de música preferido dentro do elenco: sertanejo e pagode.

Caíque ainda tem seu lado um pouco "maluco", principalmente quando era mais novo. Ele fazia brincadeiras "sem noção" com os amigos, mas sempre "sem perder a amizade".

No atual elenco, Caíque é bastante próximo a Walter. Logo após o jogo contra o Atlético-PR, já ciente de que sua lesão era séria, Walter passou confiança ao jovem de 22 anos. Todos sabem que Caíque terá um grande desafio pela frente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos