ATUAÇÕES: Arboleda e Caio Monteiro levam as maiores notas após empate

Vasco e São Paulo ficaram no empate em 1 a 1, neste domingo, em São Januário. Os gols foram marcados por Marcos Guilherme (São Paulo) e Caio Monteiro (Vasco). O autor do gol vascaíno levou a maior nota pelo lado Cruz-Maltino, enquanto no Tricolor, o zagueiro Arboleda foi o melhor avaliado.

Marcos Guilherme e Evander (Vasco), que entrou na segunda etapa, também receberam boas avalições. Confira:

VASCO

5,5

GABRIEL FELIX

Não teve culpa no gol. Pouco exigido no decorrer da partida, não

comprometeu em saídas de gol

5,5

MADSON

Levou perigo em finalização no finzinho. Porém, continua a pecar nos

cruzamentos e a ter erros na defesa.

6,0

RAFAEL MARQUES

Voltou bem á equipe, contribuindo para conter o ímpeto de Pratto.

Ofensivamente, ainda levou perigo em jogadas aéreas.

6,0

PAULÃO

Causou apreensão no início, em especial quando tentava sair jogando.

Mas, aos poucos, se consolidou em campo.

4,0

HENRIQUE

Não soube explorar os espaços deixados pela esquerda. Além disto,

mostrou insegurança na marcação.

3,5

JEAN

Dormiu no ponto diante de Marcos Guilherme e permitiu a jogada que

gerou o gol são-paulino. Ainda errou sucessivos passes.

5,0

GILBERTO

Burocrático, pouco fez no combate ao ataque são-paulino. Tentou

finalizações de longe, sem sucesso.

4,5

YAGO PIKACHU

Brigou com a bola, e penou para criar jogadas e tentar conclusões.

Mostrou falta de pontaria em alguns momentos.

6,0

NENÊ

Mesmo bem marcado, foi incansável na busca por jogadas e levou perigo

em cobranças de falta e lançamentos.

6,0

PAULINHO

Mostrou garra, ao apresentar-se para arriscar jogadas. Ainda levou

perigo ao gol de Sidão.

6,0

ANDRÉS RÍOS

Iniciou a jogada que gerou o gol de Caio Monteiro. No mais, teve

dificuldades para furar o bloqueio são-paulino.

6,5

EVANDER

Mudou o tom ofensivo do Vasco assim que entrou. Distribuiu jogadas, e

ainda levou perigo em cobrança de falta.

7,0

CAIO MONTEIRO

Entrou com fôlego para ajudar a equipe a ir à frente, e foi premiado com

um gol de oportunismo. Manteve o ímpeto e teve boas chances.

5,0

WAGNER

De volta após lesão, mostrou dificuldades para recuperar seu ritmo de

jogo. Pouco acrescentou enquanto esteve em campo.

6,0

ZÉ RICARDO

Teve dificuldades para moldar um Vasco tão desfalcado. Porém, soube

ajudar a equipe a ter poder de reação.

SÃO PAULO

6,5

SIDÃO

Deu sustos no primeiro tempo ao sair jogando com os pés. Passou a ser exigido na pressão e fez pelo menos duas boas defesas.

4,5

MILITÃO

Sua presença melhora a defesa, já bem adaptado à posição. Mas foi imprudente e mereceu a expulsão em momento difícil da partida..

7,5

ARBOLEDA

Partida impecável do equatoriano, uma das gratas surpresas do time nesta temporada. Muito bem posicionado, ganhou todas as rebatidas.

6,0

RODRIGO CAIO

Também vinha bem na defesa, embora abaixo de seu companheiro. Levou azar no gol vascaíno, com a bola desviada nele.

5,0

EDIMAR

Dificuldade para conter os avanços pelo seu lado o fez cometer faltas. O Vasco levou perigo por ali, principalmente no segundo tempo.

5,5

JUCILEI

O jogo se concentrou na sua região de atuação, com o Vasco criando problemas. Teve dificuldade para segurar, mas marcou firme.

4,0

PETROS

Muitos erros de passe no primeiro tempo e desatenção. No segundo, melhorou, mas cochilou deixando Caio livre para marcar.

5,0

HERNANES

Bem abaixo do que costuma render, sem conseguir levar o time à frente. Atuou mais distante do gol. Tem feito a diferença próximo.

6,0

MAICOSUEL

Aparentemente ainda sem o ritmo ideal, mas cumpriu bem taticamente. Teve uma boa chance e quase marcou. Saiu cansado.

6,5

MARCOS GUILHERME

Fez um golaço em chute de fora da área. Foi quem mais arriscou, mas ainda assim pegou pouco na bola com o time mal na criação.

4,5

PRATTO

Muita dificuldade para segurar a bola no ataque e com finalizações ruins. Com uma jornada técnica abaixa, voltou para ajudar na marcação. Pouco.

6,0

LUCAS FERNANDES

Entrou ligado, buscando jogo, se aproximando, mas quase não teve oportunidade de mudar alguma coisa.

5,5

GILBERTO

Raçudo, jogou trombando com os zagueiros e cavou uma falta. Foi o que de melhor aconteceu.

6,0

ADERLLAN

Entrou para fechar o lado com o time sem um jogador e se fixou na defesa, sem arriscar ir à frente.

5,0

DORIVAL JÚNIOR

Time teve muita dificuldade para criar, apesar da proposta inicial ser mais ofensiva. Não consegue jogar bem fora de casa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos