Duelo aberto: Irlanda e Dinamarca brigam pela última vaga da Europa

Irlanda e Dinamarca encerram a repescagem das Eliminatórias europeias nesta terça-feira, às 17h45 (de Brasília), no Aviva Stadium, em Dublin. O duelo de volta inicia completamente em aberto, uma vez que as equipes não saíram do 0 a 0 em Copenhague.

As duas seleções tiveram aproveitamentos parecidos na fase de grupos, mas a Dinamarca entrou no confronto com um ligeiro favoritismo, sobretudo por contar com o meia Christian Eriksen, do Tottenham, que já soma oito gols no classificatório. Na ida, ele esteve perto de balançar a rede.

Os dinamarqueses, contudo, pararam em um muro. Quem salientou isso foi Pione Sisto, companheiro ofensivo de Eriksen. Na véspera do "tudo ou nada", o atacante fez questão de elogiar o sistema defensivo implantado pelo técnico Martin O'Neill.

- Irlanda tem um muro feito por eles, que furar se torna muito difícil. Devemos ser inteligentes na casa deles - comentou Sisto, que teve a melhor oportunidade na ida, mas finalizou a bola para fora, cara a cara.

Já do lado dos mandantes, a ordem é recordar de um recente playoff que trouxe alegrias: o da Eurocopa-2016, quando superou a Bósnia, empatando fora e vencendo em casa, na ocasião. O'Neill acredita que há de se amparar ao triunfo daquele ano para servir como trunfo e motivação nesta terça-feira.

- Aquela noite em Dublin (em novembro de 2015) contra a Bósnia foi realmente fantástica. Eu acredito, sim, que alguns jogadores podem tirar proveito disso, mas terão que se doar para chegarmos a um novo triunfo em casa - salientou.

Os irlandeses buscam a quarta vaga em uma Copa do Mundo (já estiveram presentes em 1990, 1994 e 2002), enquanto os dinamarqueses disputaram o Mundial em 1986, 1998, 2002 e 2010. Chegou a hora da verdade.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos