Marcos Guilherme diz que seu gol foi mérito da cobrança da comissão técnica

  • Marcello Zambrana/AGIF

Do empate por 1 a 1 diante do Vasco, nesse domingo, em São Januário, ficou marcado o gol de Marcos Guilherme, roubando a bola de Jean e acertando um belo chute. Mas o meia-atacante ressalta que a jogada surgiu de um passe errado dele, e ele seguiu as ordens que sempre ouve da comissão técnica do São Paulo.

- Mérito da comissão técnica, que cobra da gente: se perde, pressiona. Errei o passe e, logo em seguida, fui atrás para recuperar. E fui feliz no chute, foi um belo gol - comentou o jogador.

Nos treinamentos no CT da Barra Funda, mesmo nos aquecimentos, Dorival Júnior ou algum de seus auxiliares sempre grita a cada momento que alguém perder a bola. A orientação é para se desdobrar para reagir e retomar logo a posse. Exatamente como Marcos Guilherme fez no Rio de Janeiro.

Com o ponto somado nesse domingo, o Tricolor chegou a 45, ficando a dois da meta que traçou para se livrar de qualquer risco de rebaixamento nas quatro rodadas que restam. E Marcos Guilherme prefere destaca o feito em São Januário, com o time alcançando o quinto jogo seguido sem perder, somando 12 dos 15 pontos que disputou nesse período.

- É bom frisar que estamos há alguns jogos sem perder. Fora de casa, com o Vasco empolgado pela vitória que teve contra o Santos. Arrumamos o empate e vamos seguir nessa pegada para seguir somando pontos - declarou o meia-atacante.

O São Paulo realiza treino aberto no fim da tarde desta segunda-feira, com a presença da imprensa, mas sem a previsão de entrevista coletiva. Na quarta-feira, às 19h30, o time enfrenta o Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos