Aderllan já se candidata à lateral: 'Sou são-paulino, vou para dentro'

  • Rubens Chiri/saopaulofc.net

Sem Militão, que cumprirá suspensão por ter sido expulso contra o Vasco, Dorival Júnior pode improvisar outro jogador defensivo na lateral direita diante do Grêmio, nesta quarta-feira, em Porto Alegre (RS). Aderllan nunca foi titular no São Paulo, mas tem treinado na posição e avisa: é um são-paulino que quer realizar um sonho de criança, na zaga ou em qualquer setor.

"Se eu jogar, não tem desculpa. Estou sempre trabalhando por uma oportunidade, surgiu ali e, se for para jogar de lateral, vou entrar e dar tudo. Desde criança, sonho em jogar pelo São Paulo. Seria egoísmo meu recusar. Se a oportunidade apareceu, tenho de agarrar. Quem não gostaria de ser lateral-direito do São Paulo, sendo são-paulino? Vou para dentro", disse ao LANCE!

Aderllan disputa posição com Araruna, volante de origem e intensamente vaiado ao jogar na lateral na última quinta-feira, e Buffarini, lateral-direito de origem, mas que não ficou nem no banco nesse domingo por opção de Dorival Júnior. Mas Aderllan treinou como lateral-direito em um dos times da atividade dessa terça-feira, e lembra da posição em que chegou a ser testado há oito anos, ainda no Pernambuco.

"Joguei em 2009 de lateral, no Salgueiro e no Araripina. Faz muito tempo. Depois, você pega as rotinas de ser zagueiro. Mas, ultimamente, nas linhas da defesa, quem joga pela direita ou pela esquerda acaba caindo para a lateral. Com a ajuda de todos, vai dar tudo certo", apostou.

Emprestado pelo Valencia até dezembro de 2018, Aderllan atuou como lateral com Dorival duas vezes, mas entrando no fim dos jogos contra Atlético-GO, no dia 4, e Vasco, no domingo. Seu outro jogo pelo clube foi no último dia 22, diante do Flamengo. Na soma, tem cerca de dez minutos em campo. Nesta reta final, seu objetivo é ajudar como puder na luta para encerrar de vez com qualquer risco de rebaixamento - faltam dois pontos, nas contas da equipe.

"Estamos em uma sequência muito boa na Série A e queremos manter isso nesta partida com o Grêmio, que, assim como nossa equipe, vem de empate na competição. Vamos procurar fazer um jogo de muita intensidade para sairmos desta rodada pontuando fora de casa", indicou Aderllan.

"O mais importante é se garantir matematicamente na Série A. Se tiver a possibilidade, após isso, de brigar por algo maior, brigaremos. Estamos muito focados nesta reta final de temporada e crescendo de produção a cada jogo no Brasileiro. Isso vem dando confiança ao grupo", prosseguiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos